PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Marluci: "Hulk e Diego Costa já mostram que são uma grande dupla no Galo"

Do UOL, em São Paulo

18/09/2021 22h44

Classificação e Jogos

O Atlético-MG continua dando as cartas no Brasileirão. Neste sábado (18), o Galo recebeu o Sport e venceu por 3 a 0 no Mineirão, em jogo válido pela 21ª rodada. Com o resultado, o time mineiro, líder do torneio, manteve a distância de sete pontos (45 a 38) para o Palmeiras, segundo colocado e que venceu a Chapecoense por 2 a 0 fora de casa. Já a equipe pernambucana amarga a penúltima posição, com apenas 17 pontos.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabela Labate, Renato Maurício Prado, Marluci Martins e Mauro Cezar Pereira - os comentaristas analisaram a vitória atleticana e elogiaram o time, principalmente pela atuação da dupla ofensiva formada por Hulk e Diego Costa.

"O Diego Costa se entendeu muito bem com Hulk. Ele entrou muito bem no jogo contra o Fluminense [pela Copa do Brasil, na última quarta] e mudou a cara da partida quando entrou no segundo tempo. Já mostrou que é uma grande dupla. Quando foram substituídos, ficaram conversando e tem uma amizade entre eles, o que é importante também. Não tem ciúme, já que o Hulk é a estrela do time e chegou alguém para dividir o protagonismo com ele", analisou Marluci.

Para Mauro, Cuca poderia ter aproveitado a partida contra um adversário mais fraco para poupar alguns titulares. "Foi quase um treino. O Sport é um time fraco. O Atlético-MG venceu com muita facilidade, como era de se imaginar. Poderia ter poupado até mais jogadores, pensando no jogo de terça contra o Palmeiras pela Libertadores. Daria para o Cuca colocar uma equipe mais mesclada. Não tinha nem necessidade de entrar como o Nacho no final e poderia tê-lo deixado descansando", comentou.

Marluci concorda e ressaltou a qualidade do Galo em campo. "Gostei do Atlético-MG. O Cuca poderia ter poupado, mas conseguiu rodar alguns jogadores. O Arana foi um dos destaques do jogo, para mim, e preocupa. Ele disse que foi só uma pancada. Gostei do setor esquerdo, com Arana e Keno. É um time que se ajuda muito e, de fato, é fortíssimo. O resultado não surpreende. Dá gosto ver o Atlético-MG jogar", elogiou.

Já Renato demostrou maior preocupação com a situação do lateral-esquerdo atleticano. "A gente vê que ele pisa mal e torce o joelho. Ele pode até dizer que não é uma pancada para tranquilizar a torcida. Se por acaso o Arana não puder jogar [contra o Palmeiras, na terça-feira, pela Libertadores], ele é um jogador fundamental nesse time do Atlético-MG. Os dois primeiros gols nasceram de jogadas dele", frisou o colunista.

Para Mauro, o Galo não correu riscos diante do Sport. "Ele tem colocado os titulares em campo, preservando um ou outro, mas bem pouco. De qualquer forma, o Atlético-MG não se desgastou. Foi muito fácil. O Sport é um time de Série B na Série A. Está fazendo até hora extra. O Atlético-MG teve uma vitória protocolar", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol