PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2021/2022

Ataque não funciona e City fica no 0 a 0 com Southampton pelo Inglês

Grealish encara a marcação do Southampton no Campeonato Inglês  - Reprodução/Twitter @ManCityPT
Grealish encara a marcação do Southampton no Campeonato Inglês Imagem: Reprodução/Twitter @ManCityPT

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/09/2021 12h56

Classificação e Jogos

O Manchester City recebeu o Southampton, hoje (18), em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Inglês e não conseguiu superar a boa marcação dos visitantes, ficando no 0 a 0. O jogo foi marcado por intervenções do VAR para os dois lados.

Com uma proposta de jogo que funcionou bem desde o início, o Southampton esteve perto de abrir o placar. Aos 14 minutos do segundo tempo, o árbitro marcou pênalti para a equipe visitante e expulsou Walker, mas o lance foi revisto e o cartão e a penalidade foram anulados.

No fim do jogo, o Manchester City até balançou as redes com Sterling, aproveitando rebote, mas o assistente marcou impedimento.

Com o resultado, o Manchester City chega a 10 pontos após cinco jogos do Campeonato Inglês e é o segundo colocado - posição que pode perder até o fim da rodada. O Southampton, com quatro pontos, ainda não venceu na competição e é o 15º.

Marcação visitante funciona

Depois de um início amarrado de jogo, nos primeiros quinze minutos, coube ao time visitante a tarefa de dar emoção à partida, criando a primeira boa chance. Ward-Prowse cobrou falta venenosa da ponta direita, a bola passou por todo mundo e quicou na frente de Ederson, que conseguiu fazer uma grande defesa e evitar o gol. A partir daí, o City acordou.

Em três minutos, os donos da casa perderam duas boas chances. Primeiro, aos 21, Walker cruzou para Gundogan. O meio-campista subiu livre para cabecear, mas mandou por cima do gol. Aos 23, Grealish fez jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, na medida para Sterling. Antes do atacante, porém, Bednarek afastou o perigo.

O City continuou em cima. Aos 25 minutos, Sterling recebeu de Grealish dentro da área e bateu para fora. Dois minutos depois, Gabriel Jesus foi lançado na direita e cruzou rasteiro, mas Bernardo Silva não conseguiu completar.

Aos 40 minutos, o próprio Gabriel Jesus perdeu uma grande chance. O atacante brasileiro foi acionado na área por Grealish, mas cabeceou por cima do gol. Assim, mesmo insistente, o City não foi eficiente diante de uma marcação bem feita pelos visitantes e o zero não saiu do placar nos 45 minutos iniciais.

VAR em ação

Bem postado em campo, o Southampton quase inaugurou o placar aos 8 minutos do segundo tempo. Aproveitando uma falha na saída de bola do City, Adams avançou e bateu da entrada da área. A bola passou perto do gol de Ederson.

O City respondeu dois minutos depois em cobrança de escanteio. Gundogan bateu na segunda trave e Aké ganhou da zaga adversária, mas cabeceou para fora.

Aos 14 minutos, novo erro do City na saída de bola. Armstrong aproveitou a sobra, entrou na área e tirou Rúben Dias da jogada. Antes de chutar, ele foi derrubado por Walker e o árbitro marcou pênalti. O lance foi revisado pelo VAR, que anulou a infração e o cartão vermelho que havia sido mostrado para o defensor do City.

O Southampton voltou a assustar aos 31 minutos, mas parou no goleiro Ederson. Após boa troca de passes do time visitante, Armstrong finalizou dentro da área e o brasileiro fez boa defesa.

Ainda teve tempo para emoção no fim do jogo. Após cruzamento na área, Foden não conseguiu finalizar e McCarthy fez uma boa defesa. Sterling completou para o gol no rebote. No entanto, o atacante inglês estava impedido e o tento foi anulado após revisão do VAR.

O zero permaneceu até o fim do jogo e o Manchester City teve uma sequência de três vitórias na competição interrompida.

Próxima rodada

No próximo jogo, o City visita o Chelsea, na reedição da última final da Liga dos Campeões da Europa. O duelo está marcado para o próximo sábado (25), às 8h30 (de Brasília).

O Southampton, por sua vez, joga no domingo (26), em casa, contra o Wolverhampton, às 10h (de Brasília).