PUBLICIDADE
Topo

Santos

Carille explica três zagueiros e Pirani fora no Santos: "Ceará cresceu"

Pirani foi titular na partida de hoje contra o Flamengo - Fernanda Luz/AGIF
Pirani foi titular na partida de hoje contra o Flamengo Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

18/09/2021 23h55

Classificação e Jogos

O técnico Fábio Carille explicou o motivo de ter ido a campo com três zagueiros nesta noite (18), no empate em 0 a 0 com o Ceará, no Castelão, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ter sido sua primeira experiência na carreira, ele entende que o time se comportará melhor devido as características do Santos. Ele, inclusive, já viu bons resultados nesta noite.

"Desde quando chegamos aqui, começamos a detectar sobre a possibilidade de resposta com três zagueiros. Com quatro anos e meio, é a minha primeira experiência. Não é minha preferência, mas acredito que por característica time pode corresponder bem assim. Time já respondeu bem e agora temos semana limpa para trabalhar de fato. Foi muito pouco tempo para treinamentos. Demos uma resposta, uma cara de que podemos jogar assim e os resultados virem", disse.

Carille também explicou o motivo de não ter encaixado Gabriel Pirani no meio-campo ao longo da partida. O jovem tem sido frequentemente acionado por ele, mas, dessa vez, ele viu o Ceará cresceu e ficou receoso com a bola aérea.

"Mudei o sistema e pensei em colocá-lo no lugar do Camacho ou Jean Mota, mas Ceará cresceu durante o jogo e me preocupei com a bola aérea. Por isso ele não iniciou e nem entrou", explica.

Com o resultado, o Santos está em 13º colocado na tabela do Brasileiro, com 24 pontos. Flertando com a zona de rebaixamento, a apenas três pontos do América-MG, com 21. O próximo compromisso será no domingo (26), diante do Juventude, pela 22ª rodada do Brasileirão.

Santos