PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Presidentes de Atlético-MG e Fortaleza desejam público na Copa do Brasil

Sérgio Batista Coelho, presidente do Atlético-MG, é favorável ao retorno do público aos estádios já no início de outubro - Atlético
Sérgio Batista Coelho, presidente do Atlético-MG, é favorável ao retorno do público aos estádios já no início de outubro Imagem: Atlético

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

17/09/2021 14h24

Classificação e Jogos

Semifinalistas da Copa do Brasil, Atlético-MG e Fortaleza conversam nos bastidores para que os duelos marcados para 20 e 27 de outubro tenham a presença de torcedores no Castelão e também no Mineirão. A revelação foi feita por Sérgio Batista Coelho, presidente do clube mineiro.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o mandatário do Alvinegro afirmou que mantém conversas com Marcelo Paz para que torcedores estejam in loco nos confrontos que valem vaga na grande decisão do milionário torneio nacional.

"Nós temos um grupo no WhatsApp e hoje o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, mandou uma mensagem para mim dizendo que fará de tudo para que nos nossos jogos tenha torcida. Então eu acredito muito que nas duas partidas, tanto em Fortaleza, quanto aqui em Belo Horizonte, serão com torcida", destacou Sérgio Coelho.
Cabe lembrar que o sorteio dos mandos de campo ainda não foram realizados. Ele acontece na próxima semana.

O UOL Esporte fez contato com o governo do Ceará, por meio da assessoria, para saber mais detalhes sobre o evento-teste proposto para o retorno do público. Por enquanto a liberação é para que ele ocorra com a presença de 10% da capacidade do Castelão, principal palco do futebol cearense. Contudo, ainda não foi informado qual será a partida que será utilizada para tal.

Durante live realizada nesta sexta-feira (17), o governador Camilo Santana falou sobre o assunto e destacou:

"Vamos autorizar evento-teste com jogos no Castelão. Essa é uma demanda da Federação Cearense de Futebol (FCF) que definirá qual será o primeiro evento a ser realizado com público presencial. O Comitê deliberou por 10% da capacidade do público (cerca de seis mil pessoas), e a exigência de ter as pessoas vacinadas com as duas doses (contra Covid-19). Esse protocolo todo será construído pela Secretaria de Saúde com a FCF - disse Santana.

A reportagem também fez contato com o Fortaleza, para saber a opinião do presidente Marcelo Paz. Por meio da assessoria do mandatário do Leão do Pici, a resposta foi a seguinte:

"Esperamos que contra o Atlético-MG já possa ter público. Em Belo Horizonte já pode, e queremos o mesmo em Fortaleza, de repente chegar a um entendimento com a própria diretoria atleticana. O Governo do nosso Estado já liberou 10% do público em evento-teste. Queríamos antes no Campeonato Brasileiro, mas precisamos aguardar o Conselho Técnico no próximo dia 28.

Estamos em um estado que vacina bastante e temos mais de um milhão de pessoas em Fortaleza com ciclo vacinal completo. Nós acreditamos na vacina, e queremos este retorno com todos os cuidados possíveis, com distanciamento e máscara. Eu entendo que o protocolo não inclua o teste PCR, só vacina. Queremos o ciclo vacinal completo".

Sobre o Campeonato Brasileiro

Ainda durante a entrevista à Itatiaia, o presidente do Atlético-MG afirmou que na reunião do próximo dia 28, entre clubes da Série A e CBF, ele pedirá para que seja aceita a volta do público já para início de outubro.

"É, nós temos a reunião no dia 28 de setembro, mas é preciso que volte a torcida, nós não podemos mais esperar, por diversas razões. E o futebol tem sido o único segmento que não pode ter público participando, todas as outras atividades já estão funcionando quase que normalmente. Porque o futebol não ter torcida agora? Futebol existe por causa da torcida e os torcedores querem ir ao estádio. A maioria já está vacinada e, além disso, só entra pessoas com o teste negativo para a covid-19. Então o risco é muito pequeno. É preciso que todos os clubes aprovem a volta da torcida e nós vamos, no dia 28, pedir muito que isso aconteça", finalizou.

Atlético-MG