PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Julio Gomes: Rodrygo tem menos espaço que Vinicius, mas sempre deixa o dele

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 14h02

Classificação e Jogos

O Real Madrid estreou com vitória ontem (15) na Liga dos Campeões diante da Inter de Milão com um gol marcado nos minutos finais pelo atacante brasileiro Rodrygo, jogador revelado pelo Santos, que recebeu diversos elogios na imprensa espanhola pela sua eficiência.

No UOL News Esporte, Julio Gomes destaca como Rodrygo tem sido o oposto de Vinicius Junior na comparação que se faz entre os brasileiros em termos de minutos jogados e efetividade ofensiva, com participação direta em 10 gols em 17 partidas disputadas.

"O Rodrygo é o contrário do Vinicius, o Vinicius tem mais espaço do que o Rodrygo, o Vinicius Júnior, a gente compara porque os dois chegaram meio que juntos, chegaram em uma situação parecida, muito jovens, saindo de dois clubes grandes aqui do Brasil, um do Flamengo e o outro do Santos, já na seleção brasileira", diz Julio Gomes.

"O Vinícius tem muito mais minutos, participa mais dos jogos, mas é pouco eficiente, nessa temporada está melhorando, mas essa é a imagem que ele tem na Europa, o Rodrygo é o contrário, ele tem menos minutos, mas quando entra, sempre deixa o dele, sempre mete gol, principalmente na Champions League, é um jogador que tem um instinto goleador muito forte mesmo", completa.

O jornalista afirma que o clube madrilenho era inferior durante o primeiro tempo e o resultado mais justo para a partida talvez fosse o empate, além de destacar que os gigantes espanhóis Barcelona e Real Madrid vivem atualmente uma situação que se assemelha à do São Paulo em termos de comparação a outros clubes de tamanho semelhante, mas que se encontram em nível técnico muito superior.

"Foi um jogo em que a Inter foi muito melhor do que o Real Madrid no primeiro tempo, mas muito melhor mesmo, e o Courtois foi o grande destaque, e no segundo tempo o Real melhorou, o Real conseguiu se acertar, encontrou seus caminhos, era um jogo em que possivelmente o empate fosse o resultado mais justo, mas acabou ganhando quem acabou melhor o jogo e o Real Madrid encontrou aquele gol com o Rodrygo na reta final, já nos minutos finais da partida", diz Julio

"O Real Madrid, assim como o Barcelona, eles lembram um pouco o São Paulo no sentido de gigante que hoje a gente olha para o cenário e fala 'está muito abaixo dos outros gigantes', o São Paulo é um gigante que está muito abaixo ode Flamengo, de Palmeiras, de Atlético-MG, e o Real Madrid e o Barcelona hoje, parece haver um abismo ali entre Real Madrid e City, PSG, Bayern, em termos de jogadores e de futebol apresentado", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol