PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio se reúne na CBF e aumenta pressão para adiar rodada do Brasileiro

Lucas Figueiredo/CBF
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Caio Blois, Igor Siqueira, Jeremias Wernek e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre

15/09/2021 16h04

Classificação e Jogos

A pressão para o adiamento da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro aumentou hoje (15). Horas depois de a articulação entre os clubes ser iniciada, o Grêmio foi à sede da CBF e teve reunião com o presidente em exercício da entidade, Ednaldo Rodrigues. A comitiva gremista acredita em manifestação por parte da confederação nas próximas horas. Na CBF, no entanto, há uma indisposição em adiar os jogos.

Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, e Marcos Herrmann, vice de futebol, se encontraram com dirigentes da CBF horas antes do jogo contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, no Maracanã. A partida do mata-mata faz parte da disputa nos bastidores.

Segundo apurou o UOL Esporte, a visita do Grêmio partiu de uma construção coletiva entre clubes que lideram a articulação pelo adiamento da rodada do Campeonato Brasileiro.

O relato sobre o encontro é de que a conversa "foi boa", mas não antecipou a posição da CBF com relação ao pedido dos 19 clubes da Série A do Brasileirão. A falta de datas disponíveis no calendário, porém, é um empecilho para atender à solicitação.

Horas depois da visita do Grêmio, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) divulgou que o vice-presidente do órgão arquivou o mandado de garantia de ordem personalíssimo impetrado pelo clube gaúcho, com propósito de barrar presença de público no jogo com o Flamengo, pela Copa do Brasil. A ação já havia perdido força um dia antes, com a posição sobre pedido coletivo de reconsideração de liminar em favor do Flamengo.

Futebol