PUBLICIDADE
Topo

Paris Saint-Germain

Técnico do PSG defende Mbappé após vaias: 'Tem carinho pelo clube'

Mbappé abraça Draxler após marcar na partida entre PSG e Clermont, pelo Campeonato Francês - Christian Hartmann/Reuters
Mbappé abraça Draxler após marcar na partida entre PSG e Clermont, pelo Campeonato Francês Imagem: Christian Hartmann/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

12/09/2021 09h35

Ontem o PSG venceu o Clemont por 4 a 0, pela quinta rodada do Campeonato Francês, e Mbappé foi um dos protagonistas novamente jogando bem, mas sendo vaiado por parte da torcida antes do jogo.

Mauricio Pochettino, técnico do PSG, afirmou em coletiva de imprensa que não ouviu as vaias no começo da partida:

"Eu não ouvi. Se aconteceu, eu não vi nada, não ouvi nada. A única coisa que vi foi uma grande ovação por ele".

O técnico também aproveitou para elogiar Mbappé:

"Kylian é um grande profissional, um grande jogador e um bom menino a nível humano. Ele tem carinho por este clube, mostrou-o todos estes anos e continua a fazê-lo. Procura melhorar a cada dia e ajudar a equipe a conquistar seus objetivos. Ele mostra um grande respeito por este clube no dia a dia, e isso deve ser valorizado", finalizou o técnico.

Ao que tudo indica, Mbappé deve sair do PSG em 2022 e ir para o Real Madrid. Diante disso, parte da torcida do PSG está magoada com o atleta e tem vaiado Mbappé com frequência nos jogos em casa.

Vale lembrar que, além do gol, Mbappé participou diretamente de mais dois gols do PSG e, quando foi substituído, aos 34 minutos do segundo tempo, parte do estádio aplaudiu o atleta.

Messi e Neymar estavam presentes no estádio, mas não participaram da goleada, porque tiveram pouco tempo de recuperação após jogarem nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo.

O PSG lidera o Campeonato Francês com 15 pontos e 100% de aproveitamento nos primeiros cinco jogos, com Mbappé fazendo quatro gols nesses jogos e dando duas assistências.

O próximo compromisso do PSG é contra o Club Brugge, pela Liga dos Campeões, na próxima quarta-feira às 16h.

Paris Saint-Germain