PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Sylvinho vê gol ilegal do Atlético-GO: 'Como que não tem interferência?'

O técnico Sylvinho, do Corinthians, não concordou com a decisão do árbitro da partida  - Pedro H. Tesch/AGIF
O técnico Sylvinho, do Corinthians, não concordou com a decisão do árbitro da partida Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

12/09/2021 22h20

Classificação e Jogos

O técnico Sylvinho não concordou com a decisão do árbitro Antônio Dib Moraes de Sousa, do Piauí, ao validar o gol do Atlético-GO aos 43 minutos do segundo tempo. Ao ser questionado sobre o lance que definiu o empate, em 1 a 1, no estádio Antônio Accioly, o comandante do Corinthians afirmou que viu interferência do atacante Brian Montenegro, do Dragão, na disputa de bola com Roger Guedes.

"Há uma insatisfação pelo resultado. Um jogo de luta, entrega, de muita força física, de buscar o resultado. Respeito todas as opiniões, mas a minha é de que houve interferência. Uma bola que viaja 60, 70, 80 km/h, não sei a velocidade exata, e 1,5m sobe um atleta na sua frente [referindo-se ao posicionamento de Roger Guedes], como que não tem interferência? Vejo assim, sabendo que as coisas são muito velozes. A partir daí, cada um toma a sua posição. A pergunta veio e, obviamente, que vou me posicionar e dar minha opinião", esclareceu Sylvinho.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos 29 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, manteve a sexta colocação, mas perdeu a oportunidade de encostar no Red Bull Bragantino (32 pontos) e Fortaleza (33) na briga por uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da próxima temporada.

Apesar do resultado não ter sido comemorado pelo Corinthians, o clube teve um motivo para comemorar nesta noite: a evolução do meia-atacante Gabriel Pereira, autor do gol do Alvinegro na partida. Sylvinho falou sobre o momento do atleta, elogiou sua postura nos treinamentos e aproveitou para comentar sobre a atuação de Du Queiroz — outro nome revelado na base — no segundo tempo.

"O GP é um atleta que está respondendo de forma positiva. Tem boa técnica, boa velocidade, bom acabamento como nós vimos hoje, é canhoto, joga com o pé trocado e oferece alternativas interessantes. Fico feliz. Aproveito aqui para dizer que tem outros, como o Du Queiroz que substituiu o Fagner hoje. É um atleta forte, seguro, com potência, personalidade, assimilando bem as ideias e os conceitos. Fico feliz pela participação dele", afirmou.

O Corinthians tem mais uma semana livre em seu calendário. O time se apresenta amanhã (13) pela manhã no CT Joaquim Grava e folga na terça-feira. No domingo (19), o Alvinegro recebe o América-MG, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira outros trechos da coletiva de Sylvinho:

Sobre a ausência de Willian na partida

"O Willian treinou como todos os demais atletas treinam. Eles (jogadores) sabem que existe uma preparação coletiva, mas existe também uma preparação individual dos atletas. Todos se preparam. Em decorrência desse preparo surgiu o GP (Gabriel Pereira). Um atleta que estamos trabalhando há um certo tempo, tem dado a resposta. Sempre digo que nós otimizamos e estamos trabalhando os atletas da base com carinho. Chegou o momento dele, é um atleta que vem sendo elogiado pela comissão técnica, pode jogar dos dois lados e fez uma diferença grande".

Sobre mudança de postura do primeiro para o segundo tempo

"Essa correção foi feita com as mesmas peças. Muitas vezes não há a necessidade da troca. Estávamos com muita dificuldade de definir, estávamos apressados e, quando isso acontece, ou você termina bem ou você perde uma quantidade grande de bolas. Foi um ajuste, estava bem quente aqui, é um campo difícil, um time muito físico. Tem que saber rodar a bola, aproveitar as chances e isso foi feito. Tivemos dificuldades em puxar os contra-ataques, mas foram os últimos 10 ou 15 minutos. Foi uma luta na qual o jogo exigia".

Quando o Corinthians poderá utilizar o Willian?

"Estou envolvido com o time, com a estratégia, com o jogo, com substituições, com o processo complexo de um jogo. A partir de amanhã vamos entender, mas estamos absolutamente alinhados com a diretoria e vamos continuar".

Sobre a situação física de Renato Augusto

"O Renato tem uma sobrecarga no adutor até o momento. Estamos construindo e é interessante. O Giuliano chegou também, fez alguns jogos e vamos com algum cuidado com o Renato e os demais que estão chegando. Estamos no segundo turno, são atletas que chegaram e qualificaram o nosso grupo. É uma construção que não é do dia para a noite. Muitas vezes trocamos e temos a intenção de contarmos com os atletas saudáveis em campo".

Sobre as situações físicas de Luan e Adson

"Pela parte médica, ainda não estão liberados. O Adson é uma situação mais complexa, uma entrada forte contra o Athletico-PR, que gerou um problema no joelho. Ele ainda está com um pouco de dor e está em transição. Não sou médico, apenas relato a vocês o que é a parte médica. Pouco a pouco temos colocado ele em campo em aquecimentos e atividades de posse de bola, mas ele ainda não respondeu para estar 100%".

Sobre o retorno de Gustavo Mantuan à lista de relacionados

"Bom tê-lo de volta. Estávamos preocupados pela volta dele. É um atleta que teve lesões sérias, está recuperando sua condição física, seu equilíbrio muscular. É um atleta com potência, que tem gol, e tem voltado".

Sobre a situação de Araos no elenco

"O Araos é um atleta do Corinthians, tem uma boa qualidade técnica e pode fazer várias funções. Na medida do possível, será aproveitado. Volto a dizer, a resposta sempre será do atleta. Nós gerenciamos, montamos, treinamos, incentivamos, organizamos e o atleta vai respondendo".

Corinthians