PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão Feminino A1 - 2021

Brasileiro Feminino: Corinthians vence o Palmeiras em jogo truncado

Jogadoras de Palmeiras e Corinthians disputam jogada durante a ida da final do Brasileirão Feminino - Jhony Inácio/Enquadrar/Estadão Conteúdo
Jogadoras de Palmeiras e Corinthians disputam jogada durante a ida da final do Brasileirão Feminino Imagem: Jhony Inácio/Enquadrar/Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/09/2021 22h56

Classificação e Jogos

Com um golaço de Gabi Portilho, o Corinthians bateu o Palmeiras por 1 a 0 na noite de hoje (12), na partida de ida da final do Campeonato Brasileiro Feminino. As duas equipes fizeram uma partida bastante truncada no Allianz Parque, mas as visitantes tiveram mais chances e conseguiram a vantagem no confronto.

Por causa da data Fifa, a partida de volta acontece somente daqui duas semanas, no dia 26, às 20h, na Neo Química Arena. O Alvinegro precisa apenas de um empate para conseguir seu terceiro título do torneio - venceu em 2018 e é o atual ganhador.

Já o Palmeiras necessita de um triunfo por dois gols de diferença para levar o troféu para casa. Caso vença por apenas um, o campeão será definido nas penalidades.

Antes disso, no entanto, as equipes voltam a se enfrentar pela sexta rodada do Campeonato Paulista. No próximo dia 22, uma quarta, às 15h, os clubes duelam novamente no Allianz Parque.

Quem foi bem: Gabi Portilho

Autora do único gol da partida, a meio-campista do Corinthians estava sempre presente nos lances mais agudos do time visitante. Fez uma leitura excelente do posicionamento da goleira e conseguiu surpreender todo sistema defensivo mandando por cobertura para a rede.

Quem foi mal: Duda Santos

A jogadora do Palmeiras fez uma partida muito apagada. Não ajudou na criação, nem nos desarmes e praticamente não apareceu nos 45 minutos que esteve em campo. Foi substituída no intervalo por Maria Alves.

Marcação pesada

As equipes mostram que se estudaram muito durante a semana: o encaixe da marcação foi excelente, e o setor defensivo de ambos os times levou a melhor sobre os ataques. O embate teve muitas faltas na primeira etapa e foi muito equilibrado, sem nenhuma grande chance para o Palestra e apenas uma para as visitantes, que foi anulada pelo árbitro de vídeo.

Na técnica, Corinthians se dá melhor

Apesar da entrada de Duda Santos no Palmeiras, a história do jogo seguiu a mesma: muita marcação e pouca criação. A equipe da casa avançou sua marcação, e o time do Parque São Jorge, que foi levemente superior, precisou buscar ainda mais recursos para criar suas jogadas.

Mudanças feitas pelo técnico Arthur Elias ajudaram o Corinthians a abrir o marcador. Dois minutos depois das entradas de Juliete e Jheniffer, aos 21 da segunda etapa, Vic Albuquerque cobrou falta do meio-campo, e Portilho, sem deixar cair, tocou por cobertura e tirou qualquer chance de defesa da Jully, que estava adiantada.

A série de mudanças realizadas pelos dois times impediu um ritmo mais intenso nos minutos finais. Vic Albuquerque deu um chute perigoso aos 33 e quase ampliou. Dois minutos depois, Kemelli deu a resposta e bateu à esquerda do gol.

VAR é acionado duas vezes

Aos 26 minutos do primeiro tempo, Tamires acertou um cruzamento preciso para Gabi Portilho, que testou firme para o gol e obrigou a goleira Jully, do Palmeiras, a fazer uma defesa incrível. Adriana mandou para o gol no rebote. Porém, depois de quase dois minutos de análise, o árbitro de vídeo anulou o gol, já que Portilho estava em posição irregular na hora do cruzamento.

Já na segunda etapa, aos 24 minutos, a atacante corintiana Jheniffer deu uma entrada mais dura em Agustina. Em campo, nenhum cartão foi marcado, mas Péricles Bassols chamou a árbitra Thayslane de Melo Costa para rever o lance no monitor. A juíza, no entanto, resolveu aplicar apenas o cartão amarelo para a atleta.

Pia de olho

Pia Sundhage, técnica da seleção brasileira, esteve presente no Allianz Parque. A treinadora, que esteve em várias partidas do mata-mata do torneio, convocou oito atletas que estavam em campo para os amistosos contra a Argentina, que serão realizados nos dias 18 e 21 deste mês. Erika, Yasmim Tamires, Vic e Andressinha, do Corinthians, além de Katrine, Thaís e Ary Borges, do Palmeiras, foram chamadas para vestir a amarelinha.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 x 1 CORINTHIANS

Data: 12/09/2021
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP);
Hora: 21h (de Brasília);
Árbitra: Thayslane de Melo Costa (SE);
Auxiliares: Leila Naiara Moreira da Cruz (DF) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG);
VAR: Péricles Bassols Pegado Cortez (SP).

Gols: Gabi Portilho, aos 21' do segundo tempo, para o Corinthians.

Cartões amarelos: Ary Borges (PAL), Yasmim, Campiolo, Zanotti (COR).

Palmeiras: Jully; Bruna Calderán, Agustina, Thaís e Camilinha; Júlia Bianchi, Duda Santos (Maria Alves), Ary Borges e Katrine; Chú (Tainara) e Carol Baiana. Técnico: Ricardo Belli.

Corinthians: Kemelli; Katiuscia, Erika, Campiolo e Yasmim (Juliete); Ingryd (Diany), Zanotti (Grazi), Portilho e Tamires; Vic (Miriã) e Adriana (Jheniffer). Técnico: Arthur Elias.