PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gabriel Neves: com quem uruguaio briga por um lugar no time do São Paulo?

Gabriel participa de treino do São Paulo no CT da Barra Funda - Fellipe Lucena / saopaulofc
Gabriel participa de treino do São Paulo no CT da Barra Funda Imagem: Fellipe Lucena / saopaulofc

Do UOL, em São Paulo

06/09/2021 04h00

O meio-campista Gabriel Neves, de 24 anos de idade, chegou ao São Paulo com moral. Não veio para ser titular absoluto e, ao que tudo indica, levará um tempo para conquistar seu espaço. Mas para quem teve o nome indicado pelo técnico Hernán Crespo, é sinal de que ele ganhará oportunidades em um time que já sofreu muitas modificações no setor central.

Mas para a entrada de Gabriel —ele não quer ser chamado também pelo sobrenome— no time, quais são os melhores lugares?

Como Crespo adota uma formação com três zagueiros, não há tantas cadeiras disponíveis. Desde que chegou ao Tricolor, o técnico argentino já apostou em um sistema com três volantes e um menos convincente, com um armador de origem.

Gabriel mostrou na apresentação que não quer engessar sua maneira de jogar. Ele foi contratado do Nacional (URU) como volante, mas já declarou que pode atuar mais avançado. Por se tratar de um nome já conhecido de Crespo, é possível dizer que todas as vagas no meio-campo estão abertas. "Gosto de jogar em qualquer lugar do meio-campo, posso ser volante ou meio-campista. Quero ajudar. Posso jogar em qualquer posição", explicou o uruguaio no dia da apresentação.

Com um elenco mais encorpado (vale lembrar que o São Paulo também contratou o argentino Jonathan Calleri nesta janela de transferências), vamos entender de que forma o São Paulo pode ser escalado. E para Gabriel entrar no time, quem seriam seus principais rivais. Confira:

1 - Luan

Luan, volante do São Paulo, durante treino no CT da Barra Funda - Fellipe Lucena/São Paulo FC - Fellipe Lucena/São Paulo FC
Imagem: Fellipe Lucena/São Paulo FC

É o principal jogador de marcação no meio-campo do São Paulo. Porém, Crespo não defende um sistema em que um volante de contenção seja necessário. No sistema de jogo atual, é o principal candidato a perder a vaga, caso Gabriel seja alçado ao time titular.

2 - Benítez

O argentino é, no momento, o principal jogador de construção do time do São Paulo. A ausência dele no jogo decisivo contra o Palmeiras, pela Libertadores, inclusive, rendeu muitas críticas a Crespo. Pesa contra Benítez o fator físico por causa das constantes lesões.

3 - Gabriel Sara

Sob o comando de Crespo, ele não atingiu o mesmo nível que tinha na temporada passada, com Fernando Diniz. São raros os momentos em que aparece como armador, mas recentemente foi utilizado de uma maneira pouco usual. No esquema com três zagueiros, Sara atuou na ala esquerda em dois duelos contra o Palmeiras na Libertadores.

4 - Liziero

Jogador diferenciado no meio-campo são-paulino. É canhoto, sabe marcar e compõe bem o setor ofensivo. Formou um setor fortalecido nos duelos contra o Palmeiras ao lado de Luan e Rodrigo Nestor. Depois da eliminação, porém, perdeu espaço para Benítez.

5 - Rodrigo Nestor

Rodrigo Nestor, jogador do São Paulo, em treino no CT da Barra Funda - Divulgação/SPFC - Divulgação/SPFC
Imagem: Divulgação/SPFC

É o jogador do elenco que mais se assemelha a Gabriel. Não foi titular no início da "Era Crespo", mas virou peça-chave em pouco tempo. Em um esquema com três volantes, é quem mais se aproxima da área. Dificilmente seria sacado da equipe para a entrada do uruguaio.

6 - Léo

O esquema com três zagueiros vem sendo utilizado por Crespo desde sua chegada ao São Paulo. Desde o início da temporada, o formato se consolidou e raramente foi mexido. Caso o treinador mude de ideia para que Gabriel seja incorporado ao time, Léo seria o principal nome a ser batido pelo uruguaio.

Futebol