PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fifa condena racismo contra ingleses: 'Tomaremos ações cabíveis'

Sterling e Jude Bellingham foram vítimas de insultos racistas por parte da torcida húngara - REUTERS
Sterling e Jude Bellingham foram vítimas de insultos racistas por parte da torcida húngara Imagem: REUTERS

Do UOL, em São Paulo

03/09/2021 10h26

Classificação e Jogos

A Fifa condenou o episódio de racismo durante o jogo entre Inglaterra e Hungria, pelas Eliminatórias. Em nota, a entidade afirmou que repudia qualquer ato de racismo e violência dentro de campo, e que "tomará as medidas adequadas" após as investigações sobre o caso.

"A FIFA rejeita veementemente qualquer forma de racismo e violência, e tem uma postura muito de tolerância zero para esse tipo de comportamento no futebol. A entidade tomará as medidas adequadas assim que receber os relatórios da partida de ontem entre Hungria e Inglaterra", declarou a nota.

Ontem (2), na vitória por 4 a 0 diante da Hungria, os jogadores ingleses Sterling e Jude Bellingham foram vítimas de insultos racistas por parte da torcida húngara. Além de ser chamado de "macaco" durante a comemoração de seu gol, Sterling ainda recebeu uma "chuva de copos", arremessados pela torcida adversária.

Jogadores da seleção inglesa e a comissão técnica também condenaram o ocorrido e pediram que a Uefa e a Fifa punam os envolvidos no caso. O primeiro ministro inglês, Boris Johnson, também pediu uma medida clara por parte das entidades de futebol.

Esta não é a primeira vez que os torcedores húngaros são acusados de racismo. Na Eurocopa, a Uefa puniu a federação de futebol da Hungria por conta de algumas atitudes cometidas durante algumas partidas.

Futebol