PUBLICIDADE
Topo

Futebol

América-MG fecha parceria para oferecer assessoria financeira aos atletas

O América-MG retornou à elite do futebol brasileiro e espera se firma na Série A em 2021 - Marina Almeida/América-MG
O América-MG retornou à elite do futebol brasileiro e espera se firma na Série A em 2021 Imagem: Marina Almeida/América-MG

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

02/09/2021 14h57

Pensando não só no desempenho dos jogadores dentro das quatro linhas, mas também nas movimentações bancárias, o América-MG fechou parceria com uma empresa especialista em assessoria financeira, contábil e jurídica para atletas profissionais e treinadores. A TopSoccer, inclusive, já tem clientes no Brasil e também no exterior.

A intenção da diretoria do clube mineiro é que, a partir de agora, atletas do futebol profissional masculino e feminino, do sub-14 ao sub-20, assim como os colaboradores do Alviverde, possam assistir a aulas ministradas pelos profissionais da empresa, que tem o objetivo de preparar e passar conhecimento, além de auxiliar no planejamento de vida de cada um.

"Essa parceria tem uma importância muito especial para a TopSoccer. Não só por sermos de Belo Horizonte, mas pelo América-MG ser um clube de muita tradição não só em Minas, mas no Brasil, e um revelador de talentos e ídolos no futebol mundial. Contribuir com a melhor formação, dentro da nossa área de domínio, que é maior conhecimento sobre tomada de decisão, crescimento patrimonial, imóveis, investimentos, cultura contábil e jurídica, tem um sabor muito positivo", destaca Hudson Santos, um dos sócios da TopSoccer.

Sobre a empresa

A TopSoccer foi criada em 2013. E o sucesso do trabalho no Brasil levou a empresa a ser a primeira do país a ingressar na Major League Soccer (MLS). Com diversos clientes no Brasil e no exterior, Hudson acredita que a TopSoccer possa levar toda a experiência de trabalho nesses últimos oito anos para os profissionais do América.

"Toda a estrutura de apoio que fornecemos para grandes atletas do Brasil e de fora do país que temos como clientes, como Everton Ribeiro, Willian Arão, Rodrigo Caio, Ricardo Goulart, Henrique Dourado, Léo, entre outros, vamos poder fazer com os atletas da base e do profissional e funcionários do América-MG. Pra nós é muito positivo e emocionante a possibilidade de contribuir um pouco com o presente e com a história desse clube tão querido", conta Hudson.

"Certamente, essa proposta do América-MG pode fazer toda uma mudança no futebol mineiro e brasileiro como um todo. Que a gente continue caminhando para uma maior profissionalização e estabilidade em todos os aspectos do futebol, incluindo a gestão patrimonial", finaliza.

Futebol