PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gustavo Florentín terá setembro de desafios em um Sport sem pontaria

O novo técnico do Sport Gustavo Florentín acompanhou à partida contra a Chapecoense na Ilha do Retiro - Rafael Vieira/AGIF
O novo técnico do Sport Gustavo Florentín acompanhou à partida contra a Chapecoense na Ilha do Retiro Imagem: Rafael Vieira/AGIF

Bruno Fernandes

Colaboração para o UOL, em Maceió (AL)

29/08/2021 04h00

Classificação e Jogos

Novo técnico do Sport, o paraguaio Gustavo Florentín nem bem chegou no Recife, foi direto à Ilha do Retiro e viu a equipe empatar em 0 a 0 com o lanterna do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense na partida de ontem (28), pela 18ª rodada da Série A do Brasileirão. O resultado acende um alerta para o novo comandante, que desembarcou empolgado no Aeroporto Internacional dos Guararapes e vai ter um primeiro mês cheio de desafios.

A primeira grande tarefa de Gustavo Florentín será conseguir quebrar o jejum de vitórias da equipe, que não vence há quatro jogos. O último triunfo foi diante do Bahia, pelo placar de 1 a 0, no Pituaçu. Além disso, a equipe tem o pior ataque da Série A, com apenas oito gols marcados, pior ataque como mandante, com dois gols feitos e a quarta pior pontaria, com apenas 34% de acertos.

Desde a vitória diante do Esquadrão de Aço, o Leão empatou com o Bragantino em 0 a 0, perdeu por 2 a 0 para o Flamengo, para o São Paulo por 1 a 0 e, ontem, empatou com o último colocado, a Chapecoense.

Durante o mês de setembro, a equipe também terá que enfrentar nomes de peso no futebol nacional e sair da zona do rebaixamento ainda em setembro se torna uma tarefa quase impossível se levar em consideração o retrospecto da competição.

Nas próximas rodadas, o Sport pega Athletico-PR, Internacional, Atlético-MG e Fortaleza. Com exceção da equipe do Rio Grande do Sul, todos os outros estão no top 10 da tabela. Destaque para o Galo, na liderança do Brasileirão, e para o Leão do Pici, melhor equipe nordestina na competição até a 18ª rodada desde o início da era dos pontos corridos.

Com exceção do Athletico-PR, equipe contra a qual vai encerrar o primeiro turno do campeonato, o Sport não venceu nenhuma dos outros times durante essa temporada. O Leão empatou em 2 a 2 com o Internacional ainda na primeira rodada, perdeu por 1 a 0 para o Atlético-MG na segunda, e perdeu por 1 a 0 para o Fortaleza na terceira.

Apesar da dificuldade, para Ricardo Severo, técnico interino do Sport até a partida de ontem, embora tenha nomes de peso no elenco, como Thiago Neves, Hernanes e André, o grande trunfo da equipe para a continuidade da temporada é a base rubro-negra.

"Acreditamos em uma base muito forte. Tivemos um processo de recolocação de alguns atletas e acredito que vamos ter bons frutos ainda. Algumas coisas a médio e longo prazo, mas acredito que a curto prazo também temos atletas com condições de compor o elenco. O Gustavo vai poder contar com alguns atletas sim", afirmou.

Na próxima rodada, o Sport encara o Athletico-PR em horário e local ainda a serem definidos pela Confederação Brasileira de Futebol.

Futebol