PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quem é o prodígio do Liverpool sobre o qual Klopp não cansa de falar

Harvey Elliott, do Liverpool, durante aquecimento para a partida contra o Burnley, na qual foi titular pela primeira vez pelos Reds - EFE/EPA/PETER POWELL
Harvey Elliott, do Liverpool, durante aquecimento para a partida contra o Burnley, na qual foi titular pela primeira vez pelos Reds Imagem: EFE/EPA/PETER POWELL

Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

22/08/2021 04h00

Harvey Elliot tem 18 anos e jogou pela primeira vez como titular do Liverpool ontem (21) em triunfo sobre o Burnley, por 2 a 0. Ainda há muito chão pela frente para o garoto chegar ao nível de jogadores de seleção como Diogo Jota e Sadio Mané, autores dos gols da vitória. Mas isso não impede que o futebol apresentado pelo garoto desperte grande interesse, para não dizer ansiedade, da mídia inglesa.

Que o diga o técnico Jürgen Klopp. Na coletiva após o jogo contra o Burnley, Elliott entrou em pauta novamente. O alemão não podia deixar de notar isso, mas também não que se sinta obrigado a fazer um comentário de censura aos jornalistas locais. Para o técnico, os primeiros sinais dados pelo meio-campista são dignos de nota, mesmo.

"O Harvey foi parte da nossa [boa] performance. Todo mundo quer falar comigo sobre o Harvey e eu entendo perfeitamente. Quando um garoto de 18 anos joga uma partida tão madura, eu entendo por que todo mundo está perguntando, mas não fiquei surpreso em ele ter jogado dessa forma. Foi justamente assim que ele treinou por seis ou sete semanas desde que voltamos a trabalhar. Sim, ele foi bem", disse o técnico alemão.

Harvey Elliott - EFE/EPA/PETER POWELL - EFE/EPA/PETER POWELL
Harvey Elliott, mais uma promessa do futebol inglês, vai ganhando espaço no Liverpool
Imagem: EFE/EPA/PETER POWELL

O garoto chegou ao Liverpool em negociação com o Fulham em 2019. Em maio daquele ano, antes de se juntar aos Reds, Elliot se tornou o jogador mais jovem da história da Premier League ao entrar no fim de uma partida contra o Wolverhampton. Ele tinha 16 anos e 30 dias à época.

Em julho de 2019, o atleta se transferiu para o Liverpool. O valor da transferência não foi revelado, mas o Liverpool teve de fazer uma nova compensação financeira ao Fulham em 2021, por conta de uma determinação do Comitê de Compensação do Futebol Profissional, uma entidade inglesa que regula as compensações financeiras de transações realizadas entre times do país.

Dentro de campo, Elliot passou a ser utilizado em competições menores e estreou, pelo Liverpool, na Premier League em janeiro de 2020, quando substituiu Salah a um minuto do apito final. Em outubro do ano passado, o jogador foi emprestado ao Blackburn Rovers, que disputa o Championship (segunda divisão inglesa), e terminou a temporada com sete gols e 11 assistências.

"Ele é muito talentoso", disse Klopp à BBC. "O que ele fez no Championship foi impressionante. Ele pode jogar duas, três, até quatro posições. É um jogador muito inteligente".

Ele retornou ao Liverpool e assinou um novo contrato longo. Neste sábado, Elliot jogou a partida inteira e deu 77 toques na bola em 90 minutos.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado, Sadio Mané marcou o segundo gol do Liverpool contra o Burnley, e não Mohammed Salah. O erro foi corrigido.

Futebol