PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Áudio: VAR vê golpe acidental de Arrascaeta, do Fla, em lateral do Olimpia

Salazar. do Olimpia, recebe atendimento médico durante duelo com o Flamengo, pela Libertadores - Christian Alvarenga/Getty Images
Salazar. do Olimpia, recebe atendimento médico durante duelo com o Flamengo, pela Libertadores Imagem: Christian Alvarenga/Getty Images

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/08/2021 01h29

A Conmebol divulgou hoje (12) os áudios do VAR durante as checagens dos principais lances da vitória do Flamengo sobre o Olimpia, pelas quartas de final da Libertadores — duas situações nas quais o meia Arrascaeta estava envolvido.

No vídeo produzido pela entidade, a explicação cita que o árbitro de vídeo interpretou um "choque acidental" do uruguaio após receber falta do lateral-direito Victor Salazar. A trombada deixou o jogador do time paraguaio desacordado e ele teve que sair do campo na ambulância.

O VAR checou a jogada com duas câmeras, basicamente, uma aproximada e outra do lado inverso. "A falta é claramente do Olimpia e a mão do Flamengo golpeia sem querer", disse o árbitro de vídeo, o argentino Mauro Vigliano.

Além disso, o VAR indicou ao árbitro Fernando Rapallini que verificasse um possível pênalti sobre Arrascaeta, ainda no primeiro tempo. O árbitro de campo viu as imagens e assinalou a penalidade. A jogada foi anterior a um cartão amarelo mostrado a Filipe Luís — que consequentemente foi expulso. Como não se tratava de uma falta temerária, mas, sim, tática, a punição foi retirada e o lateral-esquerdo do Fla ficou em campo. Em seguida, Gabigol converteu o pênalti e fez o segundo gol rubro-negro em Assunção.

Após a partida, vencida por 4 a 1, o Flamengo usou as redes sociais para dizer que "deseja uma pronta recuperação ao lateral-direito Salazar". Arrascaeta também se manifestou no mesmo sentido: "Pronta recuperação para nosso colega. (Quero) pedir desculpas pelo golpe involuntário".

O Olimpia não ficou satisfeito com a interpretação da arbitragem. O técnico Sergio Ortemán, inclusive, deixou a coletiva tendo respondido apenas uma questão e disse que o VAR passou "vergonha".

Com o placar de 4 a 1, o Flamengo pode até perder por 3 a 0 no jogo de volta, quarta-feira (18), em Brasília, para chegar às semifinais da Libertadores.

Flamengo