PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com vagas ocupadas, Inter fecha portas para estrangeiros e mira redução

Bruno Méndez (e) e Cuesta (d) fazem parte do grupo de estrangeiros do Inter - Ricardo Duarte/Inter
Bruno Méndez (e) e Cuesta (d) fazem parte do grupo de estrangeiros do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

06/08/2021 17h51

Ainda que esteja atrás de um reforço para fechar o grupo, o Internacional não está de olho em estrangeiros. Com vagas ocupadas e até excesso, o Colorado mira reduzir o número para as próximas temporadas.

Atualmente são seis membros fixos do elenco principal de outras nacionalidades. Saravia, Cuesta e Mercado são argentinos, Palacios é chileno, Bruno Méndez é uruguaio e Paolo Guerrero é peruano.

Ainda há dois colombianos no time sub-20. Juan Cuesta foi utilizado em duas partidas e já foi relacionado pelo principal algumas vezes. E Kevin Quiñones espera a chance de estrear.

Como apenas cinco estrangeiros podem ser relacionados por partida no futebol brasileiro, o Inter planeja até uma revisão na quantidade para as próximas temporadas.

Saravia tem direitos ligados ao Porto, de Portugal, e empréstimo até o fim do ano. Paolo Guerrero também tem vínculo só até 31 de dezembro. Bruno Méndez é emprestado pelo Corinthians e tem contrato até junho de 2022, exatamente quando também vence o vínculo de Victor Cuesta. Palacios chegou no início deste ano e sua ligação se estende até 2025. E Mercado, que ainda nem estreou, tem contrato até dezembro de 2022.

Em relação aos mais jovens, Juan Cuesta é emprestado pelo Independiente Medellín e sua ligação vai até junho do ano que vem. Quiñones tem vínculo até o fim de 2023.

Internacional