PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mauro: "Gol anulado e expulsão no Vasco definiram jogo em São Januário"

Do UOL, em São Paulo

05/08/2021 01h30

Classificação e Jogos

O São Paulo voltou a vencer o Vasco e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (4), o Tricolor ganhou por 2 a 1 em São Januário, uma semana após vencer por 2 a 0 no Morumbi.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Vinícius Mesquita, Mauro Cezar Pereira, Marluci Martins e Maria Victoria Poli - os comentaristas analisaram a classificação do São Paulo, que teve dificuldades no início da partida. O Vasco criou boas oportunidades, mas dois lances foram cruciais para selar o destino da equipe na partida.

"O São Paulo jogou em uma situação de grande vantagem. No momento mais delicado do jogo, o Vasco teve um gol anulado e um jogador expulso. Ali o jogo se definiu. Com a vantagem conquistada no Morumbi já estava resolvido. Achei, inclusive, que foi exagerado o placar do jogo de ida. 1 a 0 estava de bom tamanho, ou talvez um 2 a 1. Não acho que o Vasco tenha merecido perder por dois gols na semana passada", comentou Mauro.

Marluci considerou que o momento-chave da partida em São Januário foi a expulsão de Leo Jabá ainda no primeiro tempo. "Hoje, o São Paulo enfrentou um adversário de Série B que teve mais posse de bola no Morumbi. O destino poderia ser outro se não fosse a expulsão de Leo Jabá. Ali, o Vasco jogava mais e isso desestruturou o que o Lisca havia planejado", analisou.

Mavi destacou a atuação de Rigoni, autor do primeiro gol em São Januário. "Rigoni cada vez mais vem mostrando que é a melhor contratação do São Paulo na temporada. O argentino cria bem, constrói jogadas, finaliza bem. Tem sido o cara do time. Desperdiçou uma cabeçada, mas depois deu a volta por cima. Ele não foi poupado porque está suspenso no Brasileiro. Tudo o que ele entrega e faz é impressionante. Começou dando mais assistências e agora faz muitos gols", elogiou.

"O Vasco é hoje um time que está na segunda divisão, tem um elenco mais fraco e um técnico que acabou de chegar. A realidade do Vasco hoje é brigar para subir para a primeira divisão. Quando enfrenta o São Paulo, vai brigar em um patamar mais alto. O São Paulo tem um time melhor e investimentos muito melhores. Isso ficou claro nos dois jogos. Não fosse a diferença individual dos elencos, talvez o jogo no Morumbi terminasse com outro desfecho", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol