PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo de Renato supera lenda húngara do clube e mira marca de Jesus

Bruno Henrique abraça Renato Gaúcho após marcar pelo Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF
Bruno Henrique abraça Renato Gaúcho após marcar pelo Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/08/2021 12h00

A arrancada do trabalho de Renato Gaúcho impressiona e o técnico já vai enfileirando números e marcas em sua recém-iniciada trajetória no Flamengo.

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians, o treinador igualou a marca do lendário treinador húngaro Dori Krueschner, que também venceu os seus primeiros seis compromissos pelo Rubro-negro, em 1937. Ele não deixou taças na Gávea, mas foi considerado um revolucionário em sua época.

A diferença, no entanto, é que o europeu somou triunfos contra as equipes amadoras Light Tração (RJ) e Siderúrgica (MG). As outras vitórias foram sobre Atlético Mineiro, Rio Branco (RJ), América (RJ) (duas vezes) e Portuguesa (SP).

Em comparação, o caminho do gaúcho foi contra pedreiras do calibre de São Paulo, Bahia, Defensa y Justicia (ARG), Corinthians e ABC. Nestes encontros, o Fla marcou nada menos que 24 gols e sofreu três.

"Estou satisfeito, porque nosso dia a dia tem sido de muito trabalho e alegria e essa alegria está sendo levada para dentro do campo. Temos feito boas atuações e conseguidos os resultados que nos interessam. Por enquanto tem dado certo", disse Renato.

A última vez que os rubro-negros tinham alcançado essa série havia sido sob o comando de Jorge Jesus, que comandou o Rubro-negro a uma sequência de 10 resultados positivos consecutivos entre janeiro de julho de 2020.

Jesus é festejado por jogadores do Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Jesus é festejado por jogadores do Flamengo
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Neste período, a equipe atropelou Boavista (duas vezes), Independiente del Valle (EQU), Cabofriense, Junior Barranquilla (COL), Botafogo, Barcelona (EQU), Portuguesa, Bangu e Volta Redonda.

"Sempre procuro trabalhar com o meu grupo para buscar as vitórias. Lógico que nenhum clube vai viver apenas com vitórias, mas trabalhamos para isso. Daqui a pouco vamos tropeçar, é normal. Nem o melhor time do mundo vence todas", alertou o rubro-negro.

De olho em mais uma vitória para a conta, o Flamengo encara amanhã (5) o ABC, às 21h30, na Arena das Dunas, pelas oitavas de final. Como venceu a ida por 6 a 0, o Rubro-negro irá com um time recheado de garotos para a capital potiguar. Os rubro-negros serão dirigidos pelo auxiliar Alexandre Mendes. Em casa e no sofá, Renato irá passar as orientações necessárias para ampliar seu recorde pessoal no clube.

Flamengo