PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Felipão vê Grêmio abatido após gol do Bragantino e procura "reação"

Do UOL, em Porto Alegre

01/08/2021 00h16

Classificação e Jogos

O Grêmio perdeu para o Red Bull Bragantino, pelo placar de 1 a 0, e saiu de campo com novas preocupações. Depois do jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro o motivo que faz Felipão coçar a cabeça é a reação do time ao levar o gol de Bruno Praxedes. Além das dificuldades no ataque e de outro revés, mesmo com melhora.

Sim, o Grêmio perdeu, mas entende que evoluiu, na comparação com jogos recentes. E de certa forma mostrou algo em desenvolvimento. O time cedeu menos oportunidades no jogo. Mas quando levou um gol, ruiu em campo.

"Estamos trabalhando todos os dias para que a gente, sofrendo o gol, não tenha abatimento. Com a dificuldade que estamos vivendo, precisamos tentar superar o mais breve possível. É uma situação que se trabalha diariamente, mas neste momento está influenciando em situações psicológicas do grupo. Mas só se melhora isso com resultados. Como os resultados estão difíceis, vamos ter dificuldades", disse Luiz Felipe Scolari.

No primeiro tempo, o Grêmio não viu Gabriel Chapecó fazer nenhuma defesa. O goleiro não foi exigido, menos com o Bragantino acumulando quase 70% de posse de bola. Na etapa final, quando o time gaúcho enfileirou ataques, vacilou atrás e assistiu Praxedes marcar. Foi com a bola na rede do ex-jogador do Inter que o time gremista caiu de vez de rendimento.

"Pretendemos melhorar a situação do Grêmio. Principalmente criar mais situações de gol. Criar mais possibilidades para chegar ao gol. Na parte de trás estamos praticamente equilibrados. A parte de criação e de frente a gente não está conseguindo tudo que queríamos, mas estamos melhorando. Mesmo perdendo… Tomamos o gol quando tínhamos o jogo tranquilo. Levar gol no início até seria normal, mas levar depois não. Acontece, pela qualidade do outro time", citou Felipão.

O Grêmio segue com sete pontos e uma vitória em 12 jogos no Campeonato Brasileiro. O time volta a campo contra o Vitória, pela Copa do Brasil, e depois recebe a Chapecoense.

Futebol