PUBLICIDADE
Topo

Santos

Saída de Alison domina pauta do Santos após conclusão da novela Kaio Jorge

Alison, capitão do Santos, em treino no CT Rei Pelé - Ivan Storti
Alison, capitão do Santos, em treino no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

01/08/2021 04h00

Após encerrar na noite de ontem a novela pela saída de Kaio Jorge, a diretoria do Santos agora irá se concentrar na provável venda de Alison ao Al-Hazem, da Arábia Saudita. O atleta já havia dado aval para que o negócio fosse concretizado, mas, com a pressão pela definição do futuro do jovem centroavante, a situação do camisa 5 ficou para depois.

Como o UOL antecipou, o Peixe busca receber pelo menos 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,18 mi) por seu capitão. Porém, os árabes não cederam, e a negociação segue em andamento.

Alison é visto como uma peça importante pelo técnico Fernando Diniz, que gostaria que ele permanecesse na Vila. O próprio volante, porém, entende que este é o momento ideal para buscar novos ares depois de muito tempo de estadia no clube. Aliás, ele perdeu espaço no time para Camacho e hoje compõe o banco de reservas.

A expectativa é que o futuro de Alison seja definido até o final da semana. Caso os árabes aceitem pagar a quantia pedida pelo Santos, o clube receberia R$ 3,6 milhões, pois detém 70% dos direitos econômicos do jogador.

A proposta inicial que a direção santista havia recebido foi de US$ 800 mil (R$ 4,14 mi), mas o valor foi considerado baixo. De todo modo, como o clube santista vive momento financeiro extremamente delicado, o negócio é visto como benéfico para ambos os lados e tende a concretizar.

Por conta do impasse, Alison não tem sido relacionado para os jogos do Peixe para tratar do tema livremente, por isso ele sequer estará no banco de reservas contra a Chapecoense, hoje (1º), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Alison está no Santos desde 2009, mas começou a atuar no profissional apenas em 2013, com Muricy Ramalho. Ao todo, ele vestiu a camisa santista em 265 jogos e anotou quatro gols. Seu vínculo atual vai até 4 de dezembro de 2022.

Santos