PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Não impedi o defensor de chegar à bola, justifica Miranda sobre gol anulado

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 21h27

Classificação e Jogos

O zagueiro Miranda discordou da decisão do árbitro Luiz Flávio de Oliveira de anular o gol do São Paulo, marcado nos minutos finais da partida de hoje (31) contra o Palmeiras. Depois de consultar o VAR, a arbitragem entendeu que o defensor, mesmo sem tocar na bola, interferiu na jogada que terminou com o gol contra de Gustavo Gomez.

"Foi um grande jogo, fomos dominantes desde o primeiro até o último minuto. Foram dois lances casuais que, no meu ponto de vista, era para ser a nosso favor. É clássico, a gente se alterou um pouco, queria vencer o jogo. Para mim, não houve interferência, mas não toquei na bola, de maneira nenhuma impedi o defensor de chegar à bola", disse Miranda, ao "Premiere", na saída de campo.

O lance aconteceu aos 43 minutos do segundo tempo. Reinaldo cobrou falta e Gustavo Gomez fez gol contra. Entre análise do VAR, debate e consulta à tela de vídeo, o árbitro demorou mais de seis minutos até decidir que o lance era irregular.

A decisão irritou os são-paulinos, e Emiliano Rigoni foi expulso após reclamar com a arbitragem. O capitão Miranda recebeu cartão amarelo por reclamação. A partida terminou em empate por 0 a 0.