PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Crespo queria um 9 para pegar o Palmeiras, mas deve ir com opções caseiras

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

O desejo do São Paulo de contar com um novo centroavante para o duelo contra o Palmeiras, pelas quartas de final da Libertadores, ficou mais complicado depois que as negociações com Darío Benedetto foram encerradas. O time do Morumbi não chegou a um acordo com os empresários do jogador, ontem (30), e desistiu da tentativa de contratar o argentino.

Sem Benedetto, a chance de um reforço para o ataque ser contratado a menos de dez dias do primeiro jogo contra o Palmeiras é bem pequena. Antes dele, a diretoria do São Paulo havia ido atrás de Jonathan Calleri, mas a questão financeira pesou novamente. Assim, restará ao técnico Hernán Crespo encontrar soluções caseiras.

Diante do Racing, nas oitavas de final, a esperança para o ataque veio da categoria de base. O jovem Marquinhos, que não é um camisa 9, foi escalado pela primeira vez como titular contra o time argentino. Em uma exibição muito boa, deu uma assistência para Rigoni e marcou um dos gols do São Paulo na partida.

Marquinhos foi colocado no time titular por causa de um problema maior que a ausência de um centroavante de origem: a questão física. Eder e Luciano seguem no departamento médico do São Paulo, se recuperando de lesões musculares. Rigoni, contratado em maio, se tornou fundamental para a equipe, mas é substituído constantemente, numa medida preventiva de Crespo, para que ele aguente a maratona de jogos do calendário brasileiro.

Além deles, o São Paulo ainda tem Pablo como opção no banco de reservas. Artilheiro da equipe na temporada, com dez gols, ele perdeu espaço no time, mas vez um jogo contra o Vasco, pela Copa do Brasil, em que balançou as redes.

Outras opções menos utilizadas, mas que podem servir em momentos específicos são: Vitor Bueno e João Rojas. Nenhum deles é um centroavante de origem, função tão desejada por Crespo para os duelos da Libertadores.

O São Paulo recebe o Palmeiras no dia 10, às 21h30 (de Brasília), pela primeira partida das quartas de final da Libertadores. A volta está marcada para o dia 17, no mesmo horário, no Allianz Parque.

São Paulo