PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Árbitro diz em súmula que expulsou Rigoni por ser chamado de "ladrão"

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 22h35

Classificação e Jogos

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira explicou na súmula o motivo de ter expulsado Emiliano Rigoni, nos minutos finais da partida entre São Paulo e Palmeiras, hoje (31), no Morumbi. O argentino reclamou após a arbitragem anular o gol marcado pelos são-paulinos.

"Expulso diretamente o atleta de nº 77, Sr. Emiliano Ariel Rigoni, por proferir as seguintes palavras por duas vezes, após a anulação de um gol de sua equipe: 'você é um ladrão'", explicou Oliveira.

O arrombamento da porta onde ficam os profissionais do VAR também foi relato na súmula. Luiz Flávio de Oliveira, no entanto, disse que o autor do ato não foi identificado. "Deram murros na porta por duas vezes e arrombaram a mesma, quebrando a fechadura, porém não adentraram a sala e nem foi possível identificar o autor do fato", relatou.

O lance aconteceu aos 43 minutos do segundo tempo. Reinaldo cobrou falta e Gustavo Gomez fez gol contra. Entre análise do VAR, debate e consulta à tela de vídeo, o árbitro demorou mais de seis minutos até decidir que o lance era irregular.

A decisão irritou os são-paulinos, e Emiliano Rigoni acabou expulso. No mesmo lance, o zagueiro Miranda recebeu cartão amarelo por invadir o espaço do monitor do VAR. A partida terminou em empate por 0 a 0.

Antes da entrevista coletiva do técnico Hernán Crespo, o diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, deu um pronunciamento criticando a arbitragem. O cartola afirmou que o clube fará uma representação na CBF contra Luiz Flávio de Oliveira e os responsáveis pelo VAR.

"Vamos fazer uma representação na CBF. O VAR foi utilizado sete vezes em jogos do são Paulo, seis vezes contra o são Paulo. Algumas acertadas, outras absurdas como as de hoje. Não estamos nem um pouco contentes com a qualidade da arbitragem nos jogos do São Paulo. É muito ruim quando o trabalho feito em campo se perde por causa do VAR. Resultado final? VAR 2 x 0 São Paulo", afirmou Belmonte.

Belmonte também é citado na súmula de Luiz Flávio de Oliveira. O árbitro afirma ter sido abordado pelo dirigente na saída para o intervalo. "Vocês estão de palhaçada com a gente, c...", teria dito o dirigente.

"Ao término da partida, novamente, o mesmo retorna à zona mista e profere as seguintes palavras: 'safado, ladrão, vagabundo, vai tomar no c.., vocês roubaram a gente'", prosseguiu o relato.

Diretor-adjunto de futebol do São Paulo, Fernando Chapecó também teria insultado a arbitragem ao término do jogo. "Presente também na zona mista ao término da partida profere as seguintes palavras: 'você tem que ser preso, pode relatar o meu nome ai, seu vagabundo'"

São Paulo