PUBLICIDADE
Topo

Santos

Saídas podem fazer Diniz voltar a recorrer aos jovens do Santos

Marcos Leonardo comemora gol marcado durante partida do Santos contra a Juazeirense, pela ida das oitavas da Copa do Brasil 2021. - Fernanda Luz/AGIF
Marcos Leonardo comemora gol marcado durante partida do Santos contra a Juazeirense, pela ida das oitavas da Copa do Brasil 2021. Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

30/07/2021 04h00

As prováveis saídas de Kaio Jorge, ao Juventus (ITA), e Alison para o Al-Hazem, da Arábia, devem fazer o técnico Fernando Diniz voltar a recorrer aos jogadores mais jovens do elenco do Santos. Sem reposições, o treinador fará alguns testes caseiros nos próximos dias.

O meio-campo não preocupa tanto o treinador, que vê Camacho como solução para o setor há algum tempo. O reforço caiu como uma luva e já atuou em 12 jogos pelo Alvinegro. Entretanto, na Copa do Brasil, o ex-Corinthians não ficará à disposição por já ter atuado no campeonato pelo rival. Sendo assim, Gabriel Pirani deve ser acionado.

Na goleada por 4 a 0 sobre a Juazeirense, na Vila Belmiro, em jogo de ida pelas oitavas de final, o Menino da Vila entrou como terceiro homem de meio-campo, ao lado de Sánchez e Jean Mota. Além dele, Zanocelo também pode ganhar novas chances no Santos.

Já no ataque, Marcos Leonardo deve ser o principal jogador a substituir Kaio Jorge. Entretanto, Bruno Marques entrará para a disputa de posição. Ele agradou Diniz após mostrar presença na área no duelo com os baianos.

A diretoria até estuda contratar reforços para ambas posições, mas não cometerá loucuras, diante das restrições orçamentárias do clube. Um meia mais ofensivo e com faro de gol é a prioridade, mas não há negociação avançada no momento.

Vale lembrar que a situação financeira do Santos ainda é delicada e a direção está tentando colocar a casa em ordem. Sendo assim, a preferência é trazer jogadores por empréstimo ou com oportunidade de mercado.

Santos