PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG: Cuca relembra conflito superado com Hulk: 'hoje somos amigos'

Cuca comemora com o astro Hulk um dos gols do atacante na vitória em cima do Bahia - Pedro Souza/Atlético-MG
Cuca comemora com o astro Hulk um dos gols do atacante na vitória em cima do Bahia Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

30/07/2021 12h40

Classificação e Jogos

O grande nome do Atlético-MG no momento é o atacante Hulk, referência da equipe em todas as competições disputadas pelo Galo até aqui em 2021. Artilheiro atleticano com 15 gols neste ano e também peça importante na construção de jogadas para gol, já que tem nove assistências em 35 jogos, o astro precisou de um tempo para se adaptar e se firmar no time titular.

Antes de todo esse sucesso que ele comemora agora, o jogador chegou a ter divergências com o técnico Cuca — à época reveladas pelo UOL Esporte —, que relembrou o episódio após a vitória alvinegra em cima do Bahia, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador, após episódio completamente superado, já considera o astro internacional "um amigo".

"Quando se inicia um trabalho, você vai ter que ter tempo para conhecer os jogadores, posicionar da melhor forma e o jogador às vezes não tem a paciência de entender e às vezes por uma substituição ou outra, é natural que haja algum descontentamento como houve. O ideal é que você resolva internamente. Cada um expressou sua opinião e, como profissionais que somos, nós entendemos. Hoje dá para dizer até que somos amigos. Dentro do futebol é muito difícil você ter amigos. Eu tenho o Hulk como um amigo e assim como todo plantel. O nosso ambiente é muito bom. Ambiente de pura amizade", garantiu Cuca.

Hulk tem sido tão importante para o Galo, que nos últimos quatro jogos marcou cinco gols. Por tanto protagonismo, Cuca chegou a ser perguntado se existe no Atlético-MG uma "Hulk dependência". Na última partida, vitória por 2 a 0 em cima do Bahia, o atacante deixou sua marca e arrancou para a jogada que gerou o primeiro gol alvinegro.

"Eu não me incomodo com isso, quando é gol do Atlético-MG, sendo do Hulk ou do Savarino, para nós dá igual. Lógico que cada um tem sua característica, poderia ter saído gol com outro jogador, como o Sasha teve a chance, Nathan teve a chance. E o Hulk deu passe para o Zaracho e fez o outro em uma tabela, bola que arrancou da intermediária. Não se trata de dependência de Hulk, quando ele não jogar, outros jogarão e bem. Tomava que ele continue nessa batida, jogando sempre e nos ajudando como tem feito.

Atlético-MG