PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

RMP: "Atlético-MG tem bons jogadores, mas é um time que não flui"

Do UOL, em São Paulo

29/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Atlético-MG ficou mais perto da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (28), o Galo recebeu o Bahia e venceu por 2 a 0 no duelo de ida das oitavas da competição. Sem exibir um futebol inspirador, o time mineiro mais uma vez dependeu de uma boa atuação de Hulk para sair vitorioso de campo.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabella Ayami, Renato Maurício Prado, Marluci Martins e José Trajano - a vitória atleticana esteve no centro das discussões. Para os comentaristas, o desempenho do Atlético-MG ainda está aquém da qualidade do seu elenco.

"O time não está redondo. Não é um time que flui. Você olha Flamengo e Palmeiras e o futebol flui. Até o São Paulo, nos bons momentos como no Campeonato Paulista ou no jogo contra o Racing, você vê um futebol mais bonito. O Atlético vai meio aos trancos e barrancos. Tem muitos bons jogadores, mas o conjunto não me seduz muito", opinou Renato.

Marluci chamou a atenção para as oscilações da equipe na temporada. "O Atlético-MG tem boas peças e uma delas é o melhor jogador do Brasileiro no momento, que é o Hulk. Não só faz gol como também dá muitas assistências. Não digo que ele carrega o time do Atlético-MG nas costas. Foi um resultado previsível. Se o Bahia tivesse vencido seria uma zebra. O Atlético-MG está devendo. Tem condição de fazer mais do que vem fazendo com as peças que tem. Não é só o Hulk; tem um bom time, mas não dá para apostar sempre nele. É bem irregular, mas é um bom time", analisou.

Para Renato, Hulk tem sido o 'salvador da pátria' do Galo. "Quem está salvando a pele do Atlético-MG é o Hulk. O time do Cuca ainda não está ajustadinho. O futebol não flui quando a gente vê o time do Cuca. Chega na hora H com o Hulk sempre decidindo. Ele e o Nacho Fernández, que é um baita jogador e sempre arruma um passe. O Atlético-MG ganhou vários jogos enrolados com gol do Hulk", comentou.

Trajano destacou que o Galo também sente a ausência de alguns jogadores importantes, o que ajuda a explicar sua inconstância. "Desde o tempo do [Jorge] Sampaoli [ex-treinador do Atlético-MG] que me dá uma certa aflição em relação ao Galo. O time vinha bem, tinha várias peças importantes e, de repente, perdia jogo bobo. Agora, tem jogador machucado também e que faz falta: Keno e Jair", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol