PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após 23 dias, Rony voltará ao Palmeiras para "trilogia" contra o São Paulo

Rony, atacante do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol - Cesar Greco
Rony, atacante do Palmeiras, em treino na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Diego Iwata Lima

De São Paulo

28/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Rony está pronto. O camisa 7 do Palmeiras ficou mais de 20 dias no estaleiro para zerar as dores na coxa esquerda que o incomodavam desde a última temporada e estará inteiro para um momento crucial do time na temporada. A partir do sábado (31), o Palmeiras tem pela frente três clássicos contra o São Paulo —dois pelas quartas da Libertadores (10 e 17/8)—, o Fortaleza (7/8) e uma decisão contra o Atlético-MG (15/8), pelo Brasileirão. O UOL apurou que Rony estará à disposição do técnico Abel Ferreira já para o primeiro jogo contra o rival tricolor.

Rony entrou em campo pela última vez no dia 7 deste mês, na vitória sobre o Grêmio, por 2 a 0, no Allianz Parque, que alçou o Palmeiras à liderança do campeonato nacional. A partir dali, o jogador passou a ser poupado para tratar sua persistente lesão no músculo adutor da coxa esquerda.

A ideia do Núcleo de Saúde e Performance do Palmeiras (NSP) com a parada era encerrar qualquer problema relativo a essa questão. Antes de sair de cena para o tratamento, Rony fora poupado de outros jogos, como na vitória sobre o Internacional em Porto Alegre, em 30 de junho.

Nem mesmo para as decisivas partidas de oitavas de final da Libertadores, contra a Universidad Católica (CHI), o jogador foi convocado. A última participação dele pelo torneio continental foi a última do Palmeiras na fase de grupos. Rony fez dois gols na goleada por 6 a 0 sobre o Universitario (PER).

Recorde na Libertadores, propostas e desejo de permanecer

Rony está a um gol de se igualar ao meia Alex, hoje técnico do Sub-20 do São Paulo, e se tornar o maior artilheiro do Palmeiras na história da Libertadores. Com 11, ele e o atacante Willian igualaram-se a Tupãzinho e o recém-chegado Borja, que voltou de empréstimo do Junior e reapresentou-se no Palmeiras na terça-feira (27).

O pensamento de Rony é permanecer no Alviverde e conquistar o bicampeonato da Libertadores. Mas o jogador tem sido alvo constante de sondagens, algumas via clube, outras diretamente para o seu estafe —nenhuma que tenha sensibilizado o jogador ou o Palmeiras até o momento.

Os próximos dias, com o último mês da janela de transferências da Europa e EUA em curso, devem ser de novas sondagens por Rony, que já esteve na lista de reforços do Atlanta United (EUA) e foi procurado por representantes de clubes do futebol inglês, mas ainda sem algo concreto.

Futebol