PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Adson evolui no Corinthians, ganha a confiança de Sylvinho e desbanca Vital

Adson, do Corinthians, celebra gol durante partida contra o Cuiabá, pela 13ª rodada do Brasileirão 2021. - Gil Gomes/AGIF
Adson, do Corinthians, celebra gol durante partida contra o Cuiabá, pela 13ª rodada do Brasileirão 2021. Imagem: Gil Gomes/AGIF

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

27/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Vivendo a expectativa de contratar o atacante Roger Guedes, o Corinthians vê em Adson uma opção para o seu sistema ofensivo — o principal problema da equipe sob o comando de Sylvinho. Formado na base do Alvinegro, o jovem de 20 anos conseguiu demonstrar trabalho à comissão técnica nas duas últimas semanas de treinamentos, desbancou Mateus Vital e agora briga para ser titular contra o Flamengo, domingo (1°), na Neo Química Arena.

Em um ano marcado pela promoção dos garotos formados na base, Adson não foi a primeira escolha entre os jogadores do sub-20 e sub-23. O meia não foi convocado para a primeira semana de treinamentos desta temporada, mas não demorou a ganhar espaço no CT Joaquim Grava. Sua estreia pelo profissional aconteceu em 7 de março, ainda pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Sob o comando de Vagner Mancini, Adson fez cinco partidas — todas saindo do banco de reservas e com pouquíssimo tempo em campo. No período em que o Corinthians foi treinado pelo analista de desempenho Fernando Lázaro, participou de duas partidas pela Copa Sul-Americana, uma delas como titular, e conseguiu duas assistências.

Com a chegada de Sylvinho, Adson voltou a perder espaço, embora tenha sido utilizado em cinco dos primeiros 14 jogos do treinador no Alvinegro. O jogador, no entanto, é um dos poucos nomes da base promovidos nesta temporada que permanecem no elenco principal, ao lado de Felipe Augusto e Vitinho. Outros, como Mandaca, Cauê e Matheus Araújo retornaram para a base.

Com as duas últimas semanas livres para treinamento, Adson agradou à comissão técnica, desbancou Mateus Vital da equipe titular e conseguiu uma vaguinha — sendo surpresa na escalação na vitória diante do Cuiabá. O meia fez um gol, seu primeiro como profissional, e deu uma assistência para Roni, De quebra, passou a ser ao lado de Vital o garçom do elenco na temporada.

Como o Corinthians não terá Renato Augusto e Giuliano em campo no próximo domingo, contra o Flamengo, a tendência é de que Adson possa voltar a ser titular na Neo Química Arena. O jovem, que quase jogou no Real Madrid, briga pelo seu espaço no CT Joaquim Grava e vai se mostrando uma opção viável no elenco tão carente de peças para o setor ofensivo.

Corinthians