PUBLICIDADE
Topo

Santos

Diniz rasga elogios a Madson no Santos: "Muito forte no ataque"

Madson em ação pelo Santos. - Ivan Storti/Santos FC
Madson em ação pelo Santos. Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

26/07/2021 04h00

O técnico Fernando Diniz está bem satisfeito com o desempenho de Madson no Santos. Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, ontem (25), na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador comentou o momento do lateral-direito e deve mantê-lo no time.

Madson ganhou a vaga de titular após Pará, em baixa, cometer alguns vacilos na área defensiva. O camisa 13, apesar de ainda precisar aprimorar seu desempenho da defesa, compensa por ser bastante ofensivo.

"Ele ofensivamente é extremamente forte. Tem potencial para fazer muito mais ainda. Tem boa técnica, tem ataque ao espaço, talvez no Brasil quem mais ataca espaço. Excelente cabeceio. Ajuda no ataque e na defesa. Temos que corrigir algumas coisas no Madson, tomara que a gente consiga desenvolver para evoluir ainda mais como atleta", disse Diniz.

Diferentemente de Pará, Madson tem participação frequente no ataque e um cabeceio perigoso. Contra os goianos, inclusive, ele quase conseguiu o empate dessa forma. Devido a situação de Pará, que está com a imagem desgastada com o torcedor, o camisa 13 deve ganhar sequência.

Outra mudança que deve ser mantida na equipe é a manutenção de Carlos Sánchez. O uruguaio ganhou a vaga do jovem Gabriel Pirani e tem agradado o treinador pelos bons passes e participações. O garoto foi preservado por Diniz após alguns jogos irregulares.

Madson e Sánchez devem começar jogando no próximo compromisso do Peixe, na quarta-feira (28), contra o Juazeirense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Santos