PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Cinco anos de contrato e R$ 7,5 mi de bônus: Jornal detalha acordo por Viña

Matías Viña, do Palmeiras, no aquecimento para o duelo contra o Universitário, pela Libertadores - Staff Images / CONMEBOL
Matías Viña, do Palmeiras, no aquecimento para o duelo contra o Universitário, pela Libertadores Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/07/2021 10h03

A Roma está muito próxima de anunciar Matías Viña, lateral esquerdo do Palmeiras, como novo reforço, mas ainda depende de detalhes para fechar o negócio. De acordo com o jornal italiano "Corriere dello Sport", o jogador uruguaio deve assinar um contrato de cinco anos com a equipe romanista, que pagará 14 milhões de euros (aproximadamente R$ 85 milhões) ao time brasileiro, com possíveis R$ 7,5 milhões de prêmios ao longo do contrato.

Ainda de acordo com a publicação, 40% do valor da transação deve ir para o Nacional (URU), o primeiro clube de Matías Viña. Assim, cerca de R$ 34 milhões devem ir para o clube uruguaio.

O acordo ainda não foi fechado e Viña deve enfrentar alguns problemas burocráticos para completar a transferência, como, por exemplo, 10 dias de isolamento determinados pelo governo italiano a pessoas que visitaram a América do Sul, por conta da pandemia. Assim, o jogador pode perder alguns dias da pré-temporada da Roma.

A busca por Viña foi uma movimentação rápida da Roma no mercado de transferências após a lesão do lateral esquerdo Spinazzola, destaque da seleção italiana na Euro. O atleta rompeu o tendão de aquiles nas quartas de final da competição europeia, contra a Bélgica, e deve ficar seis meses fora.

Palmeiras