PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Menon: "Se passar, Palmeiras não é favorito contra o SPFC na Libertadores"

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

As quartas de final da Libertadores podem ter um clássico paulista. Nesta terça-feira (20), o São Paulo garantiu a classificação para esta fase ao vencer o Racing por 3 a 1 na Argentina. Seu adversário pode ser o Palmeiras, que recebe nesta quarta (21) a Universidad Católica após ter vencido o duelo de ida por 1 a 0 no Chile.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabella Ayami, Menon, Rodrigo Mattos e Rodolfo Rodrigues - os comentaristas projetaram um possível duelo entre São Paulo e Palmeiras nas quartas de final da Libertadores e discutiram se haveria um favorito para este clássico, em uma reedição da final do último Paulistão.

Apesar de o São Paulo passar por momentos difíceis no Brasileirão e sofrer com os constantes desfalques, Menon não considera o Palmeiras em vantagem caso os dois se enfrentem nas quartas. "Historicamente, o São Paulo sempre elimina o Palmeiras [na Libertadores], mas história é para ser derrotada. Acho que o Palmeiras tem mais elenco, sem dúvida, mas é mata-mata. Não é um turno do Brasileiro. Pode acontecer de o São Paulo vencer o Palmeiras e passar. Não acho que o Palmeiras seja favorito. Para mim, acho um jogo igual", opinou.

Já Mattos considera o Palmeiras com chances um pouco maiores de chegar às semifinais. "Copa tem isso de você conseguir se impor sobre um adversário mais forte. Apesar da final do Paulista, acho que o Palmeiras será o favorito. Ainda assim, é totalmente viável que o São Paulo passe. Não seria uma grande surpresa uma semifinal entre São Paulo e Atlético-MG e o São Paulo eliminar o Atlético-MG", analisou.

Rodrigues também apontou uma pequena superioridade do clube alviverde. "Pelo elenco do Palmeiras, por conseguir repor algumas peças, tem um leve favoritismo. Diria 55% a 45%. Não é tão favorito assim. Pelas opções que o Abel Ferreira tem, leva um pouco de vantagem. O Crespo tem que desdobrar para montar o time jogo após jogo com esse monte de desfalques. Isso prejudica bastante", comparou.

Mattos apontou uma evolução no time palmeirense após a perda do título estadual para o São Paulo. "É bom lembrar que o Palmeiras deu uma melhorada depois da final do Paulista. O Abel percebeu algumas limitações na forma como o jogo do Palmeiras vinha se desenvolvendo e mudou algumas coisas. Embora seja um continue que continue apostando no contra-ataque, é mais agressivo durante os jogos. É um Palmeiras um pouco mais turbinado em relação ao que era na final do Paulista", avaliou.

A classificação diante do Racing, na visão de Rodrigues, mostrou que o Tricolor tem condições de reencontrar seu melhor nível de desempenho. "O São Paulo mostrou um futebol que a gente viu no Paulista: um time seguro, bem postado atrás, com saída rápida do meio-campo para o ataque e bem objetivo. Dá uma confiança. O São Paulo vai pegar um adversário complicadíssimo. O Palmeiras tem um elenco forte, com várias opções para cada setor. Serão dois jogos complicados", concluiu.

Futebol