PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Com saldo de 30 gols, Atlético-MG de Cuca mostra solidez na temporada

Hulk, do Atlético-MG, celebra gol contra o Corinthians - Ettore Chiereguini/AGIF
Hulk, do Atlético-MG, celebra gol contra o Corinthians Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

18/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

A campanha que o Atlético-MG faz em 2021, pelo menos até o momento, é de encher os olhos. Apesar de ter sido derrotado na estreia para o Fortaleza, em casa, e de ter perdido pontos para a Chapecoense, também no Mineirão, jogos estes que criaram certa ira nos torcedores, a equipe comandada pelo técnico Cuca apresenta números importantes desde que o comandante assumiu a equipe, em sua segunda passagem.

Com 32 jogos realizados até o momento, o técnico conquistou 21 vitórias, seis empates e saiu de campo derrotado em outras cinco oportunidades. Buscando equilibrar os setores, já que em 2020 a equipe fazia muitos gols, mas era bastante vazada, o técnico alcançou neste sábado a marca de 50 gols marcados por sua equipe e, com outros 20 tomados, o saldo é de 30 tentos. O triunfo fora de casa, inclusive, foi o quinto em sete partidas disputadas como visitante na Série A.

Artilheiro da equipe em 2021, o atacante Hulk foi o responsável por 13 até o momento, além de outras nove assistências. Na 12ª rodada do Brasileirão, ele deu show na Neo Química Arena e foi o responsável pela vitória, de virada, sobre o Corinthians. O 2 a 1 no placar levou o Galo à vice liderança da competição mais importante do país e deu moral para o "jogo do ano", marcado para a próxima terça-feira (20).

Sonho na Libertadores

Campeão estadual, classificado na Copa do Brasil e voando no Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG tem pela frente, a partir das 19h15 (de Brasília), o poderoso Boca Juniors-ARG que, apesar de viver momento de reformulação no elenco, tem o peso da camisa e as seis conquistas na Libertadores como trunfo para sair de BH com a classificação para às quartas de final do torneio de clubes mais importante da América do Sul. Contudo, os planos atleticanos são de frustrar o sonho argentino.

Buscando o segundo caneco de sua história na competição, sendo que o primeiro foi conquistado justamente sob o comando de Cuca, o Galo tem como arma o trio Nacho, Savarino e Hulk, que vem se destacando lá na frente. Atrás, o bom momento de Everson, Alonso, Mariano e companhia também faz com que os mineiros cheguem fortes para o próximo desafio.

Pelo menos até o momento, o equilíbrio vem sendo visto dentro das quatro linhas. E como destacou durante coletiva de imprensa após a vitória em São Paulo, Cuca sabe a importância de tê-lo. Segundo o treinador, o grande objetivo é dar solidez e formar um grupo consistente, mesmo quando não puder contar com as principais peças. Ele citou as ausências de Nacho, Réver, Keno, Vargas e outros jogadores no jogo deste sábado para exemplificar.

Atlético-MG