PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fortaleza ganha no Morumbi e interrompe sequência vitoriosa do São Paulo

Do UOL, em São Paulo

17/07/2021 19h04

Classificação e Jogos

O Fortaleza derrotou o São Paulo por 1 a 0, hoje (17), no Morumbi, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo equilibrado, mas com predomínio dos cearenses na etapa final, uma jogada de bola parada e o gol de Robson determinaram o triunfo do Leão. A partida foi marcada por um susto: aos 35 minutos da segunda etapa o massagista Marcelinho, do São Paulo, teve um mal súbito e caiu no gramado. Ele recebeu atendimento médico e foi levado de ambulância ao hospital, já consciente.

Essa foi a terceira vitória consecutiva do Fortaleza no Brasileirão. Com o resultado, a equipe dirigida pelo argentino Juan Pablo Vojvoda chegou aos 24 pontos e dormiu na terceira colocação. Está atrás apenas de Palmeiras, com 26, e Atlético-MG, com 25.

Já o São Paulo teve interrompida uma boa sequência no Brasileirão. Depois de ficar sem ganhar nas primeiras nove partidas, o time tricolor vinha de vitórias sobre Internacional e Bahia. Com o tropeço, continua em 14º lugar, com 11 pontos.

Na próxima rodada, o Fortaleza tem uma partida complicada. A equipe cearense encara o Red Bull Bragantino no domingo (25), no Castelão, em um duelo de times que ocupam as primeiras colocações. O São Paulo enfrentará o Flamengo, no Maracanã, no mesmo dia. Antes disso, porém, o Tricolor viaja à Argentina para enfrentar o Racing, na terça-feira (20), pela partida de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na ida, houve empate por 1 a 1.

Tricolor pressiona no começo

Os minutos iniciais do confronto serviram para o São Paulo mostrar suas credenciais ofensivas. Marcando pressão e tentando tirar o conforto do adversário na saída de bola, o Tricolor conseguiu desarmes importantes e ainda assustou o goleiro do Fortaleza. Na primeira oportunidade, Rodrigo Nestor chutou por cima do gol aos 8 minutos. Na segunda, Igor Gomes recebeu belo passe de Reinaldo e arriscou da entrada da área. Mas Marcelo Boeck estava bem colocado e espalmou.

Muita briga, pouco futebol

Depois de o Fortaleza se encontrar, o equilíbrio foi a tônica da partida. Durante 20 minutos, se viu muita reclamação por parte dos são-paulinos e pouco futebol de ambas as partes. Sempre que tentava o ataque, Reinaldo atuava praticamente como um ponta esquerda e era o mais acionado do Tricolor. Já o Fortaleza se limitava a trocar passes e ter paciência para achar uma boa oportunidade.

Leão chega em jogada ensaiada

A primeira oportunidade do Fortaleza aconteceu aos 30 minutos. E ela saiu de uma jogada ensaiada em uma cobrança de falta da intermediária. Lucas Crispim fingiu o cruzamento, mas fez uma cobrança rápida para David no lado direito da área do São Paulo. Ele se livrou da marcação e cruzou para Titi, que desviou de cabeça para fora.

David x Arboleda

Embalado pela boa jogada, o Fortaleza criou coragem e seguiu investindo no ataque, sempre com David. Por duas vezes, o atacante do Fortaleza invadiu a área em boa situação para finalizar, mas falhou diante de Arboleda. Na primeira, ele tabelou com Robson e não conseguiu o chute após um carrinho do equatoriano. Na segunda, ele fez o drible e preferiu cavar um pênalti que não foi marcado pelo árbitro Sávio Pereira Sampaio.

Leão perde chance clara

Foi o Fortaleza quem teve a primeira grande oportunidade para abrir o placar. E isso aconteceu aos 9 minutos do segundo tempo. Ronald conduziu a bola pela intermediária e descolou um lançamento para a área. Robson aproveitou um buraco no meio da zaga do São Paulo, entre Arboleda e Bruno Alves, dominou no peito, mas não chutou diante da saida de Tiago Volpi. Ele tentou uma finalização de calcanhar, mas foi abafado pelo goleiro tricolor.

David segue no desperdício

Jogador mais acionado do ataque do Fortaleza, David voltou a ter uma chance aos 15 minutos, mas pecou na escolha da jogada. Aos 15 minutos, ele foi lançado por Matheus Vargas na esquerda. O atacante invadiu a área e, ao invés de chutar, preferiu o cruzamento rasteiro para Robson. O passe, porém, foi mal feito e acabou interceptado por Volpi.

Bola parada decide o jogo

Melhor durante todo o segundo tempo, o Fortaleza recorreu à bola parada para abrir o placar no Morumbi. Aos 28 minutos, Lucas Crispim cobrou falta da intermediária do lado esquerdo. A bola não foi alcançada pela defesa do São Paulo, e Robson desviou e acertou o canto esquerdo de Volpi. Foi o quinto gol dele na competição, sendo o principal artilheiro do Leão. Na rodada passada, também havia sido dele o gol da vitória sobre o Corinthians no Castelão.

VAR anula pênalti

No fim da partida, o São Paulo viu a possibilidade de alcançar o empate em uma cobrança de pênalti. Gabriel Sara avançou pela esquerda e cruzou para o meio da área, mas a bola parou no corpo de Titi. A arbitragem marcou pênalti, mas, ao reavaliar o lance no vídeo, mudou de opinião e anulou a infração.

Primeira vitória no Morumbi

O Fortaleza venceu o São Paulo pela primeira vez no Morumbi em sua história. Até então, o retrospecto apontava para oito triunfos do Tricolor e dois empates. Mesmo assim, a vantagem do São Paulo ainda é grande no geral. Em 21 partidas disputadas, o time paulista ganhou 12 vezes, empatou cinco e perdeu quatro.

Susto na comissão técnica tricolor

Um integrante da comissão técnica do São Paulo teve um mal-estar durante a partida e chegou a ficar desacordado próximo ao banco de reservas. Ele foi atendido rapidamente pelo médico José Sanchez. Porém, houve uma falha na aproximação da ambulância ao local onde o massagista Marcelinho ficou deitado. O veículo demorou para ser ligado, e o motor só pegou no tranco após os jogadores reservas do Fortaleza terem auxiliado. Marcelinho saiu do Morumbi de ambulância já consciente.

Ficha Técnica

São Paulo 0 x 1 Fortaleza
Motivo:
12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 17 de julho de 2021 (sábado)
Horário: 17h (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões amarelos: Rojas, Léo, Galeano (São Paulo); Titi, David (Fortaleza)
Gols: Robson, aos 28min do segundo tempo tempo (Fortaleza)

São Paulo: Tiago Volpi, Bruno Alves, Arboleda e Léo; Galeano (Vitor Bueno), Luan, Rodrigo Nestor (Gabriel Sara), Igor Gomes (Talles) e Reinaldo; Rojas (Benítez) e Pablo (Marquinhos). Técnico: Hernán Crespo.

Fortaleza: Marcelo Boeck, Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Ronald (Matheus Jussa), Ederson, Matheus Vargas (Romarinho) e Lucas Crispim; David (Osvaldo) e Robson (Igor Torres). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Futebol