PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Monstro do bem: Jael explica origem de comemoração 'disputada' com Gabigol

Jael celebra gol do Grêmio contra o Botafogo em duelo pelo Brasileirão - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Jael celebra gol do Grêmio contra o Botafogo em duelo pelo Brasileirão Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/07/2021 15h04

Desde a sua passagem pelo Grêmio, entre 2017 e 2019, o atacante Jael, atualmente no Ceará, passou a comemorar seus gols com os braços levantados e mostrando os músculos, de forma muito semelhante à comemoração de Gabigol, atacante do Flamengo.

Questionado sobre quem é o inventor da comemoração em uma entrevista no Além da Bola, da ESPN Brasil, Jael disse que foi o primeiro a celebrar seus gols desta forma e explicou seu significado: um 'monstro do bem'.

"Eu [inventei a comemoração do Gabigol]. Ele é fenômeno. Mas é diferente. Minha comemoração começou em um Gre-Nal. O Renato falou assim: 'vocês estão criando um monstro'. Aí, eu comemorei como 'monstro do bem'. E fiz essa comemoração", explicou.

"Quase na sequência, o Gabigol começou a fazer no Santos. Mas a dele é um pouco diferente. A dele é assim: 'estou aqui'. A minha é mais assim: monstro do bem", completou, enquanto demonstrava os detalhes que fazem as celebrações serem diferentes.

Jael mostrou que em sua comemoração, os antebraços ficam um tanto mais arqueados e ele mostra os dentes, como um monstro, enquanto Gabigol deixa os antebraços mais levantados e balança a cabeça.

Futebol