PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo desperdiça chances e fica no empate com o Racing no Morumbi

Luan, volante do São Paulo, durante duelo contra o Racing nas oitavas de final da Libertadores - Staff Images / CONMEBOL
Luan, volante do São Paulo, durante duelo contra o Racing nas oitavas de final da Libertadores Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

13/07/2021 23h21

O São Paulo parecia que tinha a partida controlada no primeiro tempo contra o Racing (ARG), hoje (13), no Morumbi, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Depois que Vitor Bueno abriu o placar, se aproveitando de falha do goleiro, os comandados de Crespo tiveram mais duas oportunidades para ampliarem o marcador. Sem conseguir marcar, o time paulista viu Copetti empatar logo antes do intervalo e dar números finais ao duelo: 1 a 1.

O resultado acaba sendo ruim para o time brasileiro, já que os gols marcados fora de casa valem como critério de desempate na Libertadores. Assim, o São Paulo precisará vencer o jogo na Argentina ou empatar por dois ou mais gols marcados. Uma igualdade sem gols levará o Racing às quartas de final da competição.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima terça-feira (20), às 21h30 (de Brasília), na Argentina. Antes disso, o São Paulo recebe o Fortaleza, no Morumbi, pelo Brasileirão, no sábado (17), às 17h (de Brasília).

Quem foi bem: Copetti

Um centroavante clássico, o camisa 9 deu trabalho para a defesa são-paulina. Nas poucas oportunidades que teve, levou perigo e conseguiu balançar as redes na parte final do primeiro tempo.

Quem foi mal: Diego Costa

O zagueiro são-paulino sofreu na marcação de Copetti. Foi em cima dele que o atacante argentino girou antes de chutar para empatar o jogo.

Eder sente a coxa mais uma vez e é substituído

Eder, do São Paulo, disputa bola na partida contra o Racing, nas oitavas da Libertadores - Staff Images / CONMEBOL - Staff Images / CONMEBOL
Imagem: Staff Images / CONMEBOL

As lesões seguem assombrando o São Paulo na temporada. O atacante Eder precisou ser substituído pouco antes da metade do primeiro tempo. Ele aparentou ter sentido um incômodo na coxa, a mesma lesão que o tirou de campo contra o Inter, na última semana. No jogo de hoje, ele foi substituído por Vitor Bueno.

Arias tenta duas vezes e consegue entregar um gol

Vitor Bueno marca para o São Paulo após falha de Arias, do Racing - Pool/Getty Images - Pool/Getty Images
Imagem: Pool/Getty Images

O próprio Vitor Bueno foi responsável por abrir o placar para o São Paulo, depois de uma grande ajuda do goleiro Arias. Aos 34 minutos da primeira etapa, ele tentou encaixar a bola após um cruzamento vindo da esquerda, deixou-a escapar e entregou de presente para o camisa 12, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Antes disso, Arias já tinha apresentado dificuldade semelhante. Em uma bola fraca que veio para a área, ele tentou encaixá-la e pegou apenas vento. Na ocasião, no entanto, a bola ficou entre as pernas dele e foi defendida na sequência.

São Paulo tem chance de ampliar, mas desperdiça

O gol do São Paulo veio em um momento de apagão do Racing. O clube argentino começou a errar muito e só não viu a eliminatória ir embora porque o time tricolor não conseguiu aproveitar duas chances claras de ampliar o marcador.

Na primeira, aos 37 minutos, Welington roubou a bola no meio de campo e disparou em contra-ataque. Mesmo cambaleante, ele conseguiu tocar para Vitor Bueno, que o acompanhava. O camisa 12 chutou rasteiro, mas sem força, para boa defesa de Arias. Dois minutos depois, Rodrigo Nestor recebeu de Igor Gomes e chutou por cima, entrando na área. O meia não percebeu que, pela direita, Vitor Bueno aparecia livre de marcação.

Castigo vem às vésperas do intervalo

Copetti comemora gol do Racing amrcado contra o São Paulo - Pool/Getty Images - Pool/Getty Images
Imagem: Pool/Getty Images

Aquele papo de "quem não faz, toma" foi visto em um Morumbi vazio e que se preparava para o intervalo da partida. Depois de ter a chance de ampliar o placar, o São Paulo foi para o vestiário com um empate. Nos acréscimos, Copetti recebeu de costas para o gol, girou sobre Diego Costa e chutou no canto direito de Volpi, que se esticou, mas não conseguiu evitar a igualdade no marcador.

Crespo tenta se prevenir após fase de grupos

O São Paulo saiu das partidas contra o Racing na fase de grupos com muita dificuldade de controlar o meio de campo. Para o jogo de hoje, o técnico Crespo mexeu na equipe visando corrigir o problema. Em vez de um meia mais criativo, mas pouco combativo como Benítez, ele preferiu a entrara de Rodrigo Nestor ao lado de Liziero e Luan, formando uma trinca de volantes. Sem Rigoni, o escolhido foi Igor Gomes para começar jogando, formando uma linha de quatro meio-campistas e dois alas.

As mudanças até surtiram efeito para controlar o Racing, mas deixaram o São Paulo com dificuldade para criar jogadas. As grandes chances do primeiro tempo vieram de falhas do próprio Racing.

No segundo tempo, Crespo decidiu. Entraram Gabriel Sara e Martín Benítez, no lugar de Liziero e Igor Gomes

Jovens da base viram opções

Com as lesões de Rigoni e Luciano, Hernán Crespo decidiu apostar em jovens em vez de opções mais experientes. Precisando fazer o gol da vitória no Morumbi, o técnico argentino mandou a campo Marquinhos e Talles, ambos de 18 anos. Pablo (29) não saiu do banco de reservas, enquanto Hernanes (36) nem sequer foi relacionado para o duelo.

Mena desperdiça a chance de virar o jogo

Esperando as oportunidades para atacar o São Paulo, o Racing teve uma grande chance de virar o jogo aos 39 minutos do segundo tempo. Depois de cruzamento de Fabricio Domínguez pela direita, Mena apareceu livre para cabecear, mas mandou por cima do gol de Volpi.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 RACING

Motivo: Oitavas de final da Libertadores (jogo de ida)
Data e hora: 13 de julho de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi (SP)
Árbitro: Jhon Ospina (COL)
Auxiliares: Alexander Guzman e John Leon (ambos COL)
Árbitro VAR: Rodrigo Carbajal (CHI)
Gols: Vitor Bueno (34'/1ºT), para o São Paulo; Copetti (46'/1ºT), para o Racing
Cartões amarelos: Diego e Arboleda, pelo São Paulo; Sigali, Mena e Javier Correa, pelo Racing
Cartões vermelhos: -

SÃO PAULO: Volpi; Diego Costa, Arboleda, Léo; Igor Vinícius, Liziero (Gabriel Sara), Luan, Rodrigo Nestor (Talles), Igor Gomes (Benítez), Welington; Eder (Vitor Bueno e Marquinhos). Técnico: Hernán Crespo

RACING: Arias; Cáceres (Fabricio Domínguez), Sigali, Martínez (Novillo), Domínguez, Mena; Moreno, Miranda, Piatti (Matías Rojas); Chancalay (Lovera) e Copetti (Javier Correa). Técnico: Juan Antonio Pizzi

São Paulo