PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fluminense vira sobre Sport com dois de Lucca e se recupera no Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/07/2021 20h58

O Fluminense poupou os titulares de olho na Copa Libertadores. Mesmo assim, o time foi melhor e venceu o Sport por 2 a 1, neste sábado, na Ilha do Retiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, Lucca, que iniciou a partida no banco, entrou no segundo tempo e fez os gols do triunfo. André havia aberto o placar na etapa inicial.

O resultado é excelente para o Fluminense, que se recupera na competição. Após empatar com o Ceará, no Rio, o Tricolor chegou aos 17 pontos, subiu quatro posições e afora ocupa a sétima posição. O Sport, por sua vez, segue com sete pontos, na 17ª colocação, na zona de rebaixamento.

O Fluminense volta a campo na terça-feira (13), quando visitará o Cerro Porteño, em Assunção (PAR), pelo primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. O Sport, por sua vez, visitará o América-MG, no dia 19 (segunda), pelo Brasileiro.

Quem foi bem: Lucca

Lucca foi o grande nome do jogo. Ele entrou no intervalo, já que é a única opção para a camisa 9 e a prioridade é a Libertadores no meio de semana. Com a derrota parcial. Roger Machado mandou o jogador a campo e ele marcou duas vezes para decidir a vitória do Tricolor carioca.

Quem decepcionou: David Braz e Cazares

Os experientes jogadores não foram bem. O zagueiro vacilou ao cometer pênalti ainda no primeiro tempo e mostrou falta de ritmo de jogo. Cazares, por sua vez, está com tremenda preguiça e pouco ajudou o time.

Flu vai com reservas de olho na Libertadores

De olho no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, o técnico Roger Machado decidiu utilizar um time repleto de reservas para visitar o Sport. Mesmo assim, o que se viu em campo foram vários atletas conhecidos da torcida e que muitas vezes já foram titulares do Flu. Ganso, Nenê, David Braz e Manoel, por exemplo, iniciaram o duelo.

VAR só no segundo tempo

Antes de a bola rolar, a equipe de arbitragem comunicou as comissões técnicas de Fluminense e Sport que a partida aconteceria sem o auxílio do VAR, que estava com problemas no equipamento. O Fluminense não gostou nem um pouco da notícia e se colocou contra o início do jogo, mas de nada adiantou.

O comentarista de arbitragem do SporTV Sandro Meira Ricci deixou claro que a situação não interfere no início do jogo e que, caso o árbitro de vídeo volte a funcionar durante o duelo, basta os envolvidos serem informados. Foi o que aconteceu no meio do segundo tempo, quando a tecnologia finalmente deu o ar da vida.

Nenê inicia bem, cria boas oportunidades, mas some

O jogo começou com o Fluminense criando boas oportunidades de abrir o placar. A semelhança é que Nenê esteve envolvido em todas as boas jogadas. O camisa 77 quase deixou sua marca, mas parou em Maílson. Minutos depois, ele cruzou na medida para Luiz Henrique cabecear firme e para novamente nas mãos do goleiro do Sport. O problema é que o jogador não conseguiu manter o bom rendimento e acabou sendo substituído no intervalo.

Sport equilibra ações e abre placar

O bom início do Fluminense não foi transformado em gol. O Sport melhorou sua postura e cresceu no duelo. Os donos da casa também acumularam oportunidades de gol e, quando o 0 a 0 parecia o placar mais provável, a arbitragem assinalou pênalti de David Braz, que tocou com o braço na bola. André cobrou com tranquilidade e estudou as redes. Mesmo sem o VAR, não houve muita reclamação com a marcação da penalidade.

Flu vira com lance polêmico e dois de Lucca

O Fluminense chegou ao empate com lance polêmico. Danilo Barcelos cruzou na medida para Lucca estudar as redes. Ele estava em posição duvidosa, mas o VAR não consegui traçar a linha para sanar a dúvida. Sendo assim, a decisão do árbitro de campo foi mantida: 1 a 1. O jogador ainda voltou a marcar com novo passe do lateral esquerdo minutos depois. De cabeça, deixou o Tricolor com a vitória encaminhada.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 1 x 2 FLUMINENSE

Competição: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e hora: 10 de julho de 2021 (sábado), às 19h
Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Muriel, Wellington e Matheus Martins (FLU); Thiago Lopes (SPO)
Gols: André, aos 41 do 1º Tempo. Lucca, aos 21 e 27 do 2º Tempo

SPORT: Maílson; Ricardinho (Maxwell), Rafael Thyere, Sabino e Júnior Tavares; Marcão, Zé Welison (Gustavo Oliveira) e Thiago Neves (Thiago Lopes); Everaldo (Paulinho Moccelin), Tréllez (Mikael) e André. Técnico: Umberto Louzer

FLUMINENSE: Muriel; Calegari, Manoel, David Braz, Danilo Barcelos; Wellington (Yago Felipe), Martinelli e Nenê (Lucca); Cazares (Matheus Martins), Luiz Henrique (João Neto) e Paulo Henrique Ganso (Gustavo Apis). Técnico: Roger Machado

Fluminense