PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lembrança do pai move recordista que pretende parar Lionel Messi

David Ospina quer parar Lionel Messi na semifinal da Copa América - Quality Sport Images/Getty Images
David Ospina quer parar Lionel Messi na semifinal da Copa América Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

06/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

"Velho, este é meu", assim David Ospina se dirigiu ao pai, morto há dois anos, mentalmente, antes da cobrança do último pênalti nas quartas de final da Copa América, contra o Uruguai. Ele prometeu e cumpriu, levando a Colômbia à semifinal. A lembrança de Hernán Ospina é que move o goleiro que agora pretende parar Messi.

A revelação foi feita pela irmã do atleta de 32 anos que atua pelo Napoli, da Itália. Daniela Ospina publicou em seu perfil no Instagram uma troca de mensagens com o goleiro na qual pergunta: "O que você pensou no último pênalti?", só para ter esta resposta: "Velho, este é meu", em referência ao pai e ao pênalti.

Durante a Copa América de 2019, Ospina chegou a se ausentar de um jogo com a seleção para ficar perto de Hernán, que acabou morrendo em julho daquele ano.

Com motivação e emoção, o camisa 1 tem sido importante para Colômbia. Contra os uruguaios, pegou dois pênaltis na decisão e garantiu o avanço da equipe às semifinais. Naquele jogo, superou o lendário meia Carlos Valderrama e se tornou recordista em jogos com a camisa da seleção, com 112 participações.

"Além desta qualidade [em pênaltis], Ospina tem liderança, e foi brilhante, não só pelo que faz no campo mas por sua conduta, respeito e o que significa para o time", disse o técnico Reinaldo Rueda.

Os encontros com Messi não são bons para nenhum goleiro, mas Ospina não tem um retrospecto ruim contra o craque argentino. Em 10 partidas, considerando clubes e seleção, sofreu apenas quatro gols: dois pela seleção, dois por clubes. Mas os times de Messi venceram cinco vezes e os de Ospina, apenas uma, e houve quatro empates.

Um novo duelo está marcado para as 22h (de Brasília), de hoje, no estádio Mané Garrincha. Apenas um avançará para a final da Copa América, que será disputada no próximo sábado, no Maracanã. Ao perdedor restará seguir no Distrito Federal para a decisão do terceiro lugar, marcada para sexta-feira.

Esporte