PUBLICIDADE
Topo

Goiás

Pintado 'muda' nome de jogador, e presidente do Goiás reprova: 'Não aceito'

Técnico quis confundir adversários ao divulgar escalação com nome desconhecido - Reprodução/Instagram
Técnico quis confundir adversários ao divulgar escalação com nome desconhecido Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

05/07/2021 15h33

Classificação e Jogos

O técnico do Goiás, Pintado, adotou uma estratégia no mínimo inusitada para confundir os jogadores do Vitória, adversário do último sábado pela Série B - o jogo acabou em 1 a 1.

Isso porque o treinador pediu, antes da partida, para que a comunicação do clube divulgasse a escalação da equipe com a mudança no apelido do atacante Índio.

A solicitação foi atendida, e o camisa 9 do time passou a ser Eduardo (nome do atleta) tanto na ficha destinada à imprensa quanto nas redes sociais.

Pintado explicou o motivo da alteração em entrevista coletiva após o confronto. Ele disse que a ideia era "colocar uma mosca na cabeça" da comissão técnica do Vitória, já que o atleta não é conhecido por seu nome de batismo.

"Eu que pedi para o Fernando, nosso assessor de imprensa, colocar Eduardo porque ninguém conhece Eduardo. A gente quis criar um fato, criar alguma surpresa e encontrar uma situação diferente para o adversário", iniciou.

"Se coloco Índio, todo mundo [conhece], porque ele já jogou o Brasileiro... seria mais fácil para decifrar qual seria o nosso sistema. Então [colocar] Eduardo foi muito mais para tentar colocar uma mosca na cabeça do adversário. A princípio a gente até conseguiu um pouco, mas não funcionou. A responsabilidade é minha, não funcionou o que pensei."

Confira a explicação de Pintado (a partir de 5min07s)

Presidente não gostou

Paulo Rogério Pinheiro, presidente do Goiás, reprovou "estratégia" de Pintado - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Na manhã de hoje, o presidente do Goiás, Paulo Rogério Pinheiro, publicou nos stories um texto em que mostra ter desaprovado a ideia de Pintado.

Ele ainda prometeu aos seguidores que está tomando "providências" a respeito do tema, sem detalhar quais atitudes estão sendo adotadas.

Não gostei de nada, não aceito e não concordo com a troca de nome de atleta e eu saber pela imprensa. O time foi muito mal novamente. Não vou ficar de braço cruzado. Providências já estão sendo tomadas. Abraço a todos", disse Pinheiro.

Apesar da tensão nos bastidores, o Goiás não vem fazendo feio na atual edição da Série B. A equipe ocupa a 4ª posição na tabela - dentro, portanto, da zona de acesso à 1ª divisão. São 16 pontos em nove partidas (quatro vitórias, quatro empates e uma derrota).

Goiás