PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG derrota o Cuiabá por 1 a 0 e entra no G-4 do Brasileirão

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Nacho Fernandez contra o Cuiabá - Gil Gomes/AGIF
Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Nacho Fernandez contra o Cuiabá Imagem: Gil Gomes/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

04/07/2021 20h08

Classificação e Jogos

O Atlético-MG ratificou o posto de visitante indigesto no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (4), o time comandado pelo técnico Cuca derrotou o Cuiabá, por 1 a 0, na Arena Pantanal, e conquistou o terceiro triunfo como visitante na competição mais importante do país. Com 16 pontos em 27 disputados, o Galo ocupa a quarta colocação.

Na próxima quarta-feira (7), o Atlético-MG volta a campo e, no Mineirão, recebe o Flamengo, derrotado pelo Fluminense na rodada. A partida entre alvinegros e rubronegros está marcada para às 19h (de Brasília).

O Cuiabá, por sua vez, vai a Bragança Paulista onde encara o líder da Série A. O duelo no Nabi Abi Chedid está marcado para às 18h (de Brasília).

Primeira vez

A nona rodada do Campeonato Brasileiro reservou um duelo inédito na história do futebol nacional. Antes de a bola rolar, as duas equipes nunca haviam se enfrentado antes.

Técnico novo na área

Comandado interinamente por Luiz Fernando, o Cuiabá teve o novo técnico acompanhando o confronto de perto. Jorginho, que há 27 anos era tetracampeão do mundo com a seleção brasileira, na Copa dos Estados Unidos, foi o escolhido para ser o sucessor de Alberto Valentim. Curiosamente, o novo treinador e o antigo eram laterais direitos.

Quem foi bem: Hulk e Nacho

Como de costume, a dupla funcionou. Nos primeiros 45 minutos, o atacante e o meia argentino mostraram entrosamento perfeito e foram os responsáveis por abrir o placar na Arena Pantanal.

Quem foi mal: ataque do Cuiabá

O ataque dos donos da casa não soube aproveitar as oportunidades criadas, principalmente na segunda etapa do jogo. Com o Atlético-MG bastante recuado, o time mandante pecou nas finalizações e não conseguiu evitar a derrota.

Primeiro tempo equilibrado

Buscando a segunda vitória consecutiva na competição mais importante do país, o time comandado pelo técnico Cuca teve paciência e efetividade para abrir o placar na Arena Pantanal. Aos 26 minutos, o meia argentino Nacho Fernández recebeu assistência de Hulk e balançou a rede de Walter. Este, inclusive, foi o terceiro tento anotado pelo jogador de 31 anos em duas partidas.

Nos minutos seguintes, o Atlético-MG abaixou a marcação e, apesar de ver o adversário se jogando ao ataque, conseguiu manter-se firme e sem ser vazado.
Artilheiro e Garçom

Com o passe dado para o gol de Nacho Fernández, Hulk chegou a 9 assistências com a camisa do Galo. Sem marcar há sete partidas - o último tento foi na vitória sobre o Remo, pela Copa do Brasil -, o paraibano segue como o artilheiro da equipe na temporada com 11 tentos anotados.

Baixa importante

Logo aos quatro minutos do segundo tempo, o técnico Cuca foi obrigado a mexer na equipe. Com fisgada na coxa, Nacho precisou deixar a partida e acabou substituído por Marrony. Porém, ao que tudo indica, a situação do cérebro do time mineiro não é preocupante. Cabe lembrar que as atenções dos atleticanos estão voltadas também para o próximo dia 13, quando encara o Boca Juniors, na Argentino, pelo primeiro confronto das oitavas de final da Libertadores.

Recuo excessivo

Com a vantagem no marcador, o Atlético-MG se recuou bastante e pouco criou na segunda etapa. Buscando os contra ataques, deu campo ao Cuiabá e viu o adversário, dono da casa, dominar as finalizações e também a posse de bola.

Nenhum chute

Para se ter ideia do péssimo segundo tempo do Galo, nos mais de 45 minutos da etapa final, o time de Cuca não deu um chute sequer a gol. Contudo, o placar também não foi alterado na Arena Pantanal. Fim de papo: Cuiabá 0 x 1 Atlético-MG.

Ficha do Jogo:
Cuiabá 0 x 1 Atlético-MG

Motivo: 9ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 4 de julho de 2021 (domingo)
Horário: 18h15 (de Brasília)
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por Daniel Henrique Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF). VAR: Héber Roberto Lopes (SC)

Gol: Nacho Fernández, aos 26 minutos do primeiro tempo, para o Atlético-MG

Cartão amarelo: Zaracho, Marrony (ATL); Felipe Marques, João Lucas, Papagaio, Uendel (CUI)
Cartão vermelho: não houve
Cuiabá: Walter; João Lucas, Anderson Conceição, Paulão e Uendel (Osman); Yuri (Felipe Marques), Uillian Correia e Camilo (Rafael Gava); Pepê, Danilo Gomes (Jhonatan Cafu) e Elton (Papagaio). Técnico: Luiz Fernando (interino)
Atlético-MG: Everson; Mariano, Igor Rabello, Réver e Guilherme Arana; Allan, Tchê Tchê (Jair), Nacho Fernández (Marrony) e Zaracho (Sávio); Savarino (Nathan) e Hulk (Sasha). Técnico: Cuca

Atlético-MG