PUBLICIDADE
Topo

Santos

Cavichioli brilha, e América-MG vence o Santos em casa pelo Brasileirão

João Paulo comemora gol do América-MG contra o Santos - Alessandra Torres/AGIF
João Paulo comemora gol do América-MG contra o Santos Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Colaboração para UOL, em Santos

03/07/2021 20h55

Classificação e Jogos

O América-MG venceu o Santos por 2 a 0 nesta noite (3), no estádio Independência, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. João Paulo marcou um golaço no início do segundo tempo em uma tentativa de cruzamento e surpreendeu o goleiro santista, enquanto Carlos Alberto aproveitou falha de Jean Mota nos últimos minutos para fechar o placar. A estrela do jogo, porém, foi o goleiro do time da casa. Matheus Cavichioli salvou a equipe em pelo menos três lances, um deles cara a cara com Marinho.

Com a vitória, o América-MG vai a 14º na tabela do Brasileirão, com nove pontos, enquanto o Peixe cai para o sétimo lugar, com 12. O próximo compromisso do time do técnico Mancini é contra o Fortaleza, fora de casa, na quarta-feira (7). Já para os comandados de Diniz, suspenso após receber o terceiro cartão amarelo hoje, o desafio será o líder Athletico-PR, na terça-feira (6), na Vila Belmiro. O auxiliar Márcio Araújo estará à beira do gramado.

Quem foi bem: Matheus Cavichioli

O goleiro salvou o América-MG em diversas oportunidades. Em todos os momentos em que foi acionado, se mostrou seguro e fez defesas difíceis. Fundamental para a vitória sólida de Vagner Mancini.

Quem foi mal: Pará

O lateral-direito voltou a ser um dos destaques negativos no Peixe. Com desempenho abaixo do esperado há alguns jogos, ele falhou na marcação e deixou João Paulo livre para surpreender o goleiro santista.

Santos domina

O árbitro mal apitou, e Felipe Jonatan já estava dando trabalho ao América-MG. Os donos da casa sofreram com a intensidade do time do técnico Fernando Diniz, que quase marcou aos dois minutos de jogo.

Sem Kaio Jorge, poupado, o Peixe foi a campo com Marcos Guilherme improvisado ao lado de Marinho e Lucas Braga. O trio furou a defesa de Vagner Mancini com tamanha facilidade, mas o goleiro Cavichioli, um dos que mais trabalhou, foi muito bem quando acionado.

Mineiros sofrem

O América-MG sofreu com a agressividade do Santos e foi embalado pela estratégia de Diniz. Mal conseguiu jogar em sua casa, com dificuldade para furar a defesa rival. Kaiky substituiu Luan Peres, liberado para tratar da negociação com o Olympique de Marseille, e deu conta do recado. O garoto de 17 anos se destacou pela segurança.

Peixe desperdiça

O time de Mancini até tentou segurar o Peixe, mas viu Felipe Jonatan chegar com tamanha facilidade em sua área. Marcos Guilherme também foi protagonista no ataque. No entanto, ambos desperdiçaram as chances que tiveram. O Alvinegro esteve mais perto de abrir o placar, pois arriscou muitas vezes de longe. Ao todo foram 13 chutes no gol. Entretanto, tomou um susto nos minutos finais. Ribamar recebeu cruzamento na medida, cabeceou e a bola passou raspando no gol santista.

João Paulo brilha

Depois de terminar o primeiro tempo em alta, o América-MG retornou melhor para a segunda etapa. Trabalhou melhor a bola e aproveitou a falha de Pará na marcação. João Paulo chegou livre para cruzar, mas marcou um golaço, surpreendendo o goleiro santista. Após sair na frente, os mineiros fecharam a casinha e administraram o resultado.

O Santos sentiu o gol, mas teve ótima chance com Camacho, que chutou de fora da área e fez Cavichioli se esticar inteiro para buscar. O arqueiro foi um dos melhores da noite pelo time de Mancini.

Diniz até tentou ajustar o time em meio a substituições. Moraes, após um mês no Peixe, teve estreia nesta noite na lateral-esquerda e por muito pouco não foi responsável pelo gol de empate. Mas ainda assim, o Alvinegro não conseguiu ser efetivo e tudo que tentou, parou nas mãos de Cavichioli.

Carlos Alberto aproveita

Nos últimos minutos, Jean Mota perdeu a bola, deu brecha e viu Carlos Alberto aproveitar a oportunidade. O atacante ficou no mano a mano com João Paulo e só empurrou. Final dramático para o time de Diniz, que ainda não conseguiu vencer como visitante pelo Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 2 X 0 SANTOS


Local/Hora: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), às 19h (de Brasília)
Data: 03/07/2021, sábado.
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Brigida Cirilo Ferreira (ambos de AL)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Cartões amarelos: Pará, Fernando Diniz, Luiz Felipe (SAN) - Eduardo, Zé Ricardo, Ribamar (AME)
GOLS: João Paulo (1-0) - Carlos Alberto (2-0)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli, Eduardo, Anderson Jesus, Eduardo Bauermann, João Paulo; Zé Ricardo (Ramon), Juninho Valoura, Marcelo Toscano (Juninho), Felipe Azevedo (Alan Rushel), Ribamar (Carlos Roberto) e Rodolfo. Técnico: Vagner Mancini.

SANTOS: João Paulo; Pará (Madson), Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan (Carlos Sánchez); Guilherme Camacho, Jean Mota e Gabriel Pirani (Moraes); Marinho, Marcos Guilherme e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz.

Santos