PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Com gol nos acréscimos, Botafogo arranca empate do Avaí após jogar mal

Botafogo arrancou empate com o Avaí com gol nos acréscimos - ANTÔNIO CARLOS MAFALDA/ESTADÃO CONTEÚDO
Botafogo arrancou empate com o Avaí com gol nos acréscimos Imagem: ANTÔNIO CARLOS MAFALDA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/07/2021 23h01

A atuação foi ruim, mas o Botafogo contou com um golaço no fim para arrancar empate por 1 a 1 com o Avaí, na Ressacada, e seguir próximo ao G4 da Série B. O Alvinegro perdia até os 47 minutos do segundo tempo, quando Marco Antônio balançou as redes para igualar o placar aberto por Lourenço.

Com o empate, o Bota caiu para a 8ª colocação, com 12 pontos. Já os catarinenses ficaram na 10ª posição, com 11 pontos.

Mal posicionado, Douglas falha no gol e é pior do Bota

O Botafogo teve muitos problemas na Ressacada, mas não fazia jogo ruim quando sofreu o gol de Lourenço. Adiantado e torto no gol, aos 24, o criticado Douglas Borges estava mal posicionado e não viu o chute do atacante.

Marco Antônio mostra estrela e salva o Bota

Última mexida do Bota no jogo, o meia Marco Antônio mostrou estrela para salvar o Botafogo e arrancar empate na Ressacada. Na única jogada efetiva que participou no ataque, aos 47, o meia recebeu cruzamento de Warley e chapou com força para marcar um belo gol e garantir um ponto para o Alvinegro.

Bota sente falta de Chay e erra muito no ataque

Apesar de ter menos a bola, o Botafogo poderia ter vencido fora de casa se tivesse mais capricho nas conclusões. Sentindo falta de Chay, principal jogador da equipe na Série B, o Alvinegro errou muito no ataque.

Jogo começa quente

Nem mesmo a temperatura por volta dos 10 graus celsius esfriou o bom início de Avaí x Botafogo em Florianópolis. O clima úmido e a costumeira ventania na Ressacada obrigavam as duas equipes a usar camisas de manga longa e luvas, mas o jogo começou quente. Antes dos 10 minutos, o Alvinegro já havia chegado duas vezes à área do time da casa. Na melhor chance, aos oito, Oyama invadiu a área sozinho, mas bateu por cima do gol de Glédson. O Leão respondeu com Vinícius Leite, que bateu cruzado aos 10, levando perigo a Douglas Borges.

Avaí tem bola na trave

Quando o Bota ameaçava mais, o Avaí chegou bem perto de abrir o placar: aos 11, Bruno Silva roubou bola no ataque e passou a Wesley, que acertou uma bomba no travessão. A chance foi a mais clara do jogo no primeiro tempo.

Bota responde na mesma moeda

O jogo era bom na Ressacada, e o Glorioso respondeu o Leão à altura aos 31, quando Pedro Castro, que passou quatro anos no Avaí, quase fez valer a lei do ex. Substituto de Chay, o meia recebeu de longe, matou e surpreendeu Gledson com um foguete. O goleiro avaiano conseguiu desviar e a bola ainda explodiu no travessão.

Diego Gonçalves quase faz golaço

Mais participativo no ataque sem a presença de Chay e a lesão de Ronald ainda no primeiro tempo, Diego Gonçalves quase deixou o seu em bela jogada individual pela esquerda. Na melhor chance do Botafogo na segunda etapa, aos 18, o atacante driblou Edilson e bateu cheio de estilo mesmo sem ângulo, obrigando Gledson a fazer grande defesa para salvar o Avaí.

Mexidas melhoram Avaí

Depois de um início ruim no segundo tempo, o técnico Claudinei Oliveira decidiu mexer no Avaí. E acertou. Os experientes Valdívia e Copete entraram nas vagas de Renato e Wesley Soares, e fizeram o time da casa ser mais incisivo no ataque. Minutos depois, ambos participaram de linda jogada que terminou em um golaço de Lourenço.

Os catarinenses já eram mais efetivos no jogo quando abriram o placar. Em contra-ataque bem montado aos 24, Valdívia controlou a bola e achou Copete na ponta direita. O colombiano cortou para dentro e passou a Lourenço, que driblou Oyama com estilo antes de bater firme cruzado e marcar um golaço na Ressacada.

Com a vantagem no placar, o Avaí optou por controlar a posse de bola e o relógio em vez de atacar. Não fosse a insistência de Copete, que quase marcou aos 44, o time da casa nem sequer incomodaria o goleiro Douglas Borges. No fim, chamou demais o Botafogo para cima e acabou punido.

Marco Antonio aproveita falha e empata no fim

O Botafogo estava mais perto de sofrer o segundo gol para sacramentar sua derrota quando chegou ao empate. Aos 47, Marco Antônio, que acabara de entrar, aproveitou cruzamento de Warley e bateu com força para empatar o jogo. Sem árbitro de vídeo na Série B, o lance gerou muita reclamação do time da casa, que pediu impedimento do meia.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO - SÉRIE B

AVAÍ 1x1 BOTAFOGO

Data e horário: 03/07/2021, às 21h
Local: Ressacada, em Santa Catarina (SC)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Leone Carvalho Rocha e Tiago Gomes da Silva (GO)

Cartões amarelos: Guilherme Santos (BOT)
Gols: Lourenço (AVA), aos 24' do 2º tempo, e Marco Antônio (BOT), aos 48' do 2º tempo

AVAÍ: Gledson; Edilson, Alemão, Rafael Pereira, Diego Renan; Bruno Silva, Wesley (Valdívia) e Lourenço (Jean); Renato (Copete), Vinícius Leite (João Leite) e Jhonatan (Getúlio). Técnico: Claudinei Oliveira.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Daniel Borges (Felipe Ferreira), Kanu, Gilvan e Guilherme Santos (Rafael Carioca); Barreto e Luís Oyama; Ronald (Warley) , Pedro Castro (Marco Antônio) e Diego Gonçalves; Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Marcelo Chamusca.

Botafogo