PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Uruguai diz que jogadores de futebol são "maratonistas da mente"

Técnico do Uruguai, Óscar Tabárez concedeu entrevista coletiva virtual antes das quartas de final - Reprodução / Twitter da seleção uruguaia
Técnico do Uruguai, Óscar Tabárez concedeu entrevista coletiva virtual antes das quartas de final Imagem: Reprodução / Twitter da seleção uruguaia

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

02/07/2021 14h20

Classificação e Jogos

Óscar Tabárez, técnico do Uruguai, fez uma reflexão fora do comum ao comentar a eliminatória de jogo único nas quartas de final da Copa América para a qual se prepara. O Maestro usou o termo "maratonistas da mente" para definir os jogadores de futebol e sublinhou que a confiança é um dos temas mais presentes em suas atividades.

"Não se pode dizer que um jogo de futebol é como um livro, que está tudo escrito. As ações e conceitos gerais de um jogo e suas relações de força e confiança vão mudando. É assim pois é o esporte coletivo com menos êxitos quantificáveis", começou o treinador quando questionado sobre o placar do último encontro entre uruguaios e colombianos, com vitória da Celeste por 3 a 0.

"Em um jogo eliminatório é preciso ser correto. A exigência física não é a mais importante. Há esportes muito mais intensos e difíceis que o futebol. Mas a exigência mental é o que mais se precisa. Porque você pode estar jogando 120 minutos (jogo e prorrogação) e a partida não se definir. Virão os pênaltis e você vai precisar ainda mais desta virtude. O que costumo dizer é que jogadores de futebol são maratonistas da mente", completou Tabárez.

O Uruguai viveu exatamente esta experiência na última Copa América. Em 2019, fez uma boa primeira fase, com duas vitórias e um empate. Mas perdeu nas quartas de final para o Peru, nas cobranças de pênalti, depois de um 0 a 0. Foi eliminado, mas saiu invicto.

"Às vezes se joga mal, as coisas não acontecem, e não cair é o mais importante. Posso dizer que trabalhamos isso na mesma proporção que trabalhamos aspectos técnicos, táticos e físicos. Damos muita atenção a isso", explicou o treinador.

O Uruguai terá pela frente a Colômbia amanhã (3), no Mané Garrincha, às 19h (de Brasília), pelas quartas de final da Copa América.

Esporte