PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Goleiro do Paraguai fracassou em SP, mas eliminou Ronaldo da Libertadores

Antony Silva é o goleiro titular do Paraguai na Copa América 2021 - Mateus Bonomi/AGIF
Antony Silva é o goleiro titular do Paraguai na Copa América 2021 Imagem: Mateus Bonomi/AGIF

Eder Traskini

Do UOL, em Goiânia

02/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Uma cabeçada de Ronaldo no jogo de ida e uma bomba do legendário atacante na partida de volta. As duas tentativas do Fenômeno pararam nas mãos de Antony Silva, goleiro titular do Paraguai nesta Copa América, mas que na época procurava reconstruir a carreira vestindo a camisa do Tolima (COL). Foi nesse jogo que ele e os colombianos eliminaram o Corinthians de Ronaldo ainda na chamada pré-Libertadores.

O termo "reconstruir a carreira" define bem o que aquele jogo e a passagem pelo Tolima representaram para Antony Silva, aos 27 anos.

Profissional desde os 16 anos pelo Cerro Corá, um pequeno time de Assunção, ele passou pelas seleções sub-17 e sub-20 de seu país e disputou os Mundiais das categorias, chamando atenção do Libertad. Depois, defendendo um dos grandes clubes de seu país, atraiu interesse europeu: o Genoa (ITA) e o Portsmouth (ING). As negociações não evoluíram, e Silva viu a carreira estagnar. Foi aí que começou a rodar por clubes menores e acabou no Marília.

Atuando no interior de São Paulo, o goleiro disputou o Paulistão pelo alviceleste, mas não guardou boas recordações: acabou rebaixado para a Segunda Divisão estadual e deixou o clube.

Voltou ao Paraguai, mas um ano depois acertou com o Tolima, onde recuperaria a carreira. Foram quatro temporadas na Colômbia e um status recuperado. Passou ainda pelo 3 de Febrero (PAR) e Independiente Medellin (COL), quando foi convocado para sua primeira Copa América, em 2015.

Naquele ano, ele atuou em duas partidas no torneio de seleções, mas depois foi para a reserva de Justo Villar. O cenário se repetiu no ano seguinte: nova convocação para a Copa América, na reserva de Villar. Nessa época, Silva já era titular absoluto do Cerro Porteño e venceria o torneio clausura um ano depois, em 2017.

Pela Copa América de 2019, mais uma vez assistiu do banco de reservas à sua seleção. Gatito Fernández, do Botafogo, era o titular na ocasião. Na época, Silva defendia o Huracán (ARG).

Porém, em 2021, finalmente chegou a vez de Antony Silva no gol do Paraguai. Aos 37 anos, o goleiro do Puebla (MEX) assumiu a vaga de titular, tanto nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 quanto na Copa América.

Agora, 21 anos depois da precoce estreia profissional, Silva tem a chance de repetir 2015 e levar o Paraguai para a semifinal do torneio nesta sexta-feira, contra o Peru, no estádio Olímpico, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

PERU x PARAGUAI

Competição: Copa América 2021 - Quartas de final
Data: 02/07/2021 (sexta-feira)
Horário: 18h (de Brasília)
Local: estádio Olímpico, em Goiânia
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Carlos Barreiro (URU) e Martin Soppi (URU)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Peru: Gallese; Corzo, Callens (Abram), Christian Ramos e Trauco; Renato Tapia, Yotún, Sergio Peña, Cueva e Carrillo; Lapadula. Técnico: Ricardo Gareca.

Paraguai: Antony Silva; Espínola, Gustavo Gómez, Júnior Alonso e Hector Martínez; Villasanti, Piris da Motta, Kaku (Óscar Romero) e Arzamendia; Ángel Romero e Carlos González. Técnico: Eduardo Berizzo

Esporte