PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'O objetivo é a Copa do Mundo em 2022', diz agente de Buffon

Buffon se emociona antes do jogo entre Itália e Suécia em 2017 - Max Rossi/Reuters
Buffon se emociona antes do jogo entre Itália e Suécia em 2017 Imagem: Max Rossi/Reuters

Colaboração para o UOL

01/07/2021 10h30

O ex-goleiro, Silvano Martina, revelado pela Inter de Milão e protagonista com as camisas de clubes como Genoa, Torino e Lazio, atualmente agente de Gianluigi Buffon, recém-chegado ao Parma, revelou em entrevista ao canal da Twitch do Calciomercato, que chegaram até o goleiro italiano três propostas de clubes brasileiros. Além disso, comentou sobre o retorno de Buffon ao seu clube de formação.

'A ideia nasceu há cerca de quinze dias. Pela idade dele recebi muitas propostas, estamos falando de seis a sete equipes. Além disso, três propostas brasileiras, hipóteses que agradaram, mas que não puderam ser levadas em consideração nem mesmo para a família. Voltando de Roma, fui vê-lo e ele me disse que, passando pelo Parma, sentiu uma forte emoção e era para essa equipe que queria ir. Houve um discurso romântico, de memórias', disse.

'A mensagem que ele manda é linda: futebol é paixão e amor, não apenas negócios. Os negócios são consequência, mas se jogam pelos três pontos e pelo prazer de treinar. Ele volta para um lugar que conhece... Pouco depois de vencer a Copa do Mundo de 2006, ele foi jogar contra o Rimini, na Série B. E metade da Europa queria isso', continuou.

Por fim, o agente falou sobre a possibilidade do goleiro de 43 anos retornar à Seleção Italiana para disputar a Copa do Mundo no Catar, em 2022: 'É claro que é um sonho, uma meta. A partir dos 35 anos você tem que traçar metas, então alcançá-las é secundário. Mas sem metas, não faz sentido continuar', finalizou Martina.

Futebol