PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

STJD concede liminar ao Fla e permite que Pedro fique fora de Tóquio

Pedro em ação durante treino do Flamengo no Ninho do Urubu - Alexandre Vidal/Flamengo
Pedro em ação durante treino do Flamengo no Ninho do Urubu Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/06/2021 21h05

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) concedeu liminar ao Flamengo, que teve atendido seu pedido pela retirada do nome de Pedro da lista de convocados para os Jogos de Tóquio.

O caso foi analisado por Otávio Noronha, presidente do órgão, que afirmou "permitir ao Clube Requerente, que não ceda o atleta Pedro à Seleção Olímpica de Futebol, autorizando a escalação do Jogador pela Equipe do Flamengo até o julgamento final deste feito".

"Necessário outrossim, que se determine à Confederação que se abstenha de praticar qualquer ato que impeça ou dificulte a escalação do atleta nas competições nacionais em andamento", acrescentou Noronha.

O prazo final para o envio da lista dos jogadores que irão disputar os Jogos de Tóquio-2020 seria hoje (30), mas a Fifa prorrogou o limite para sexta-feira (2). Ficou definido também que serão 22 nomes, em vez dos 18 previstos inicialmente.

O assunto ainda será debatido pelo Pleno do STJD, última instância do tribunal. A tendência é que a decisão seja mantida e o tema seja encerrado. Caso haja uma reviravolta, o Rubro-Negro não descarta acionar a Fifa para resguardar seus direitos. O clube carioca se baseia no fato de o torneio olímpico não fazer parte do calendário oficial de competições.

"É convocação realizada fora de data Fifa e que não é definida no regulamento Fifa como obrigatória para competições masculinas, ou seja, que não é de seu time representativos 'A', assim como é definido na Fifa como obrigatória. Quando são competições internacionais que a confederação vai disputar com seu 'time A', poderia ser mandatória a liberação. Como é sub-23, não é mandatória", disse ao UOL Esporte o advogado rubro-negro Michel Assef Filho.

Flamengo