PUBLICIDADE
Topo

Santos

Em jogo morno, Santos empata com Sport na Vila Belmiro

Colaboração para UOL, em Santos

30/06/2021 22h28

Classificação e Jogos

Em um jogo morno, o Santos empatou em 0 a 0 com o Sport nesta noite (30), na Vila Belmiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Fernando Diniz teve início afobado para abrir o placar, mas logo teve sua estratégia anulada pelos visitantes, que se fecharam e passaram a buscar contra-ataque.

Em meio a erros individuais, o Alvinegro praiano desacelerou, não apresentou perigo e desperdiçou as chances que teve. O Sport aproveitou a queda de rendimento para arriscar algumas investidas, mas também não foi efetivo. A melhor oportunidade veio em um erro bizarro de Pará, que dominou errado e viu Thiago Neves perder.

A melhor chance do Santos veio em uma bola de Vinicius Zanocelo para Kaio Jorge. O centroavante basicamente explodiu o travessão e Maílson conseguiu um milagre. O rebote foi nas suas costas e por muito pouco ele não fez gol contra. Defendeu praticamente em cima da linha.

O próximo compromisso do Santos será contra o América-MG, sábado (3), fora de casa, enquanto o Sport enfrentará o Palmeiras em casa, no domingo (4), ambos pelo Brasileirão. Com o resultado o Peixe vai a quinto na tabela, com 15 pontos, enquanto o Leão da Ilha segue em 15º, com seis.

Santos elétrico

O Santos teve um início elétrico e se mostrou afobado para abrir o placar e sair na frente logo cedo. Apertou a marcação e pressionou a saída de bola do Sport, que mal conseguiu passar do meio-campo nos primeiros minutos.

O Peixe teve boas chegadas, mas desperdiçou chances. Na sequência, se frustrou, pois os visitantes anularam a estratégia de Fernando Diniz e passaram a se defender, em busca de um contra-ataque. Os donos da casa, então, rodaram a bola, mas não mostraram criatividade e, consequentemente, não tiveram mais chances perigosas.

Leão equilibra

O jogo esfriou antes mesmo de o relógio completar 30 minutos. O meio-campo santista teve dificuldade para quebrar as linhas e mal deu opções para os atacantes. O Peixe, então, passou a tentar jogadas individuais, mas Lucas Braga, Kaio Jorge e Marcos Guilherme erraram mais do que costumam.

O Leão equilibrou a partida e não teve tantos sustos. Encaixou alguns contra-ataques, mas foi parado por Luan Peres, o melhor do Santos na primeira etapa. A primeira finalização ao gol veio somente aos 40 minutos, em uma defesa totalmente segura de João Paulo

Erro bizarro de Pará

O Sport voltou melhor para a segunda etapa. Esteve mais atento às oportunidades e até arriscou mais do que antes. A primeira chance, aliás, veio em um erro bizarro de Pará. O lateral-direito dominou errado, a bola foi para longe dele e Everaldo aproveitou. O Sport se organizou, o Peixe ainda estava se recompondo, e Thiago Neves perdeu a melhor chance do jogo. Pará foi substituído logo na sequência.

Milagre de Maílson

Com dificuldade para furar a defesa do Sport, o Peixe passou a arriscar em bolas longas, mas não encaixou. A melhor chance veio em uma bola de Vinicius Zanocelo para Kaio Jorge, que meteu no travessão. Maílson conseguiu milagre no lance, pois o rebote foi nas suas costas e por muito pouco ele não fez gol contra. Praticamente defendeu em cima da linha.

Sem mais sustos, os times apenas empataram. O próximo compromisso do Santos será contra o América, sábado (3), fora de casa, enquanto o Sport enfrentará o Palmeiras em casa, no domingo (4), ambos pelo Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 0 SPORT


Local/Hora: Vila Belmiro, em Santos (SP), às 20h30 (de Brasília)
Data: 30/06/2021 - quarta-feira
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (ambos de RS)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: André, Neilton, Sabino (SPO) - Luiz Felipe (SAN)
GOLS: -

SANTOS: João Paulo; Pará (Zanocelo), Luiz Felipe (Lucas Venuto), Luan Peres e Felipe Jonatan (Madson); Guilherme Camacho, Jean Mota e Gabriel Pirani (Carlos Sánchez); Lucas Braga (Marcos Leonardo), Kaio Jorge e Marcos Guilherme. Técnico: Fernando Diniz.

SPORT: Mailson; Hayner, Rafael Thyere e Sabino, Júnior Tavares; Zé Welison, Thiago Neves (Gustavo); Neilton (Tréllez), Everaldo (Paulinho) e André (Mikael). Técnico: Umberto Louzer.

Santos