PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Bragantino marca no fim, vence o Atlético-GO e dispara na liderança

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

28/06/2021 21h55

Classificação e Jogos

Em jogo bastante truncado, com poucas chances claras, o Red Bull Bragantino venceu o Atlético-GO, por 1 a 0, na noite de hoje (28), no estádio Antônio Accioly, em Goiás, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

A vitória do Massa Bruta deixa a equipe disparada na liderança do Brasileirão com 17 pontos, quatro de diferença para o segundo colocado —o Athletico-PR, que tem um jogo a menos, porém. A campanha do clube paulista é a do último invicto até aqui: cinco vitórias e dois empates em sete rodadas, com triunfos sobre Flamengo e Palmeiras, por exemplo.

O Atlético-GO está na sétima posição, com 10 pontos somados. Esse foi seu primeiro revés em casa.

As equipes voltam a campo na próxima rodada na quinta-feira (01). O Red Bull Bragantino recebe o Ceará, em casa, às 16h (de Brasília). Já o Atlético-GO vai até Belo Horizonte enfrentar o Atlético-MG, no Mineirão, às 19h.

Claudinho de volta

Destaque absoluto do Campeonato Brasileiro de 2020, o meia Claudinho voltou ao time do Red Bull Bragantino na noite desta segunda-feira. Ele ficou fora dos últimos três jogos se recuperando de um desgaste físico. Edmar também reforçou Massa Bruta. Por outro lado, o lateral-direito Aderlan se contundiu na rodada passada e não foi para o duelo. Pelo lado do Dragão, João Paulo lesionou-se e ficou fora do jogo.

Sem retrancas, mas pouco ataque

Jogando em casa, o Dragão se mandou para o ataque, mesmo contra o líder do Brasileirão As primeiras chegadas foram do Atlético-GO. Mas não é que os visitantes se comportassem de modo defensivo. Quando retomavam a bola, também procuravam um jogo ofensivo. O problema é que os sistemas defensivos invariavelmente prevaleceram em um duelo bastante tático.

Goleiros mandam bem

Até os 30 minutos do primeiro tempo, cada equipe teve uma grande chance no jogo. O primeiro foi o Atlético-GO, no minuto inicial, que chegou com muito perigo, mas Cleiton fez uma bela defesa. Aliás, a bola foi no ângulo e o arqueiro foi no alto para buscar. Depois o Bragantino chegou com muito perigo, em um cruzamento de Claudinho para Léo Ortiz, porém, Fernando Miguel conseguiu defender com grande elasticidade

Muita disputa e poucas chances

Apesar de duas chances claras, uma para cada lado, o jogo ficou muito disputado no meio campo. As equipes disputavam espaço, e o duelo ficou bastante movimentado no meio-campo, mas com poucas chegadas nas metas. Mas foi um duelo bom de ser visto.

Mais alguns minutos de jogo truncado

Na volta do intervalo, as equipes retornaram com comportamentos parecidos. Se anulavam em campo. Os dois times se defendiam com bastante qualidade e isso não contribuía com chances claras. O duelo ficava travado no meio campo, sem perigos claros de gol.

O dedo do técnico

O Red Bull Bragantino mostrou a força de seu elenco. Em um contra-ataque no qual a defesa do Atlético-GO estava desorganizada, a equipe paulista teve uma arrancada fulminante. O lateral direito Weverton, que tinha acabado de entrar na partida, recebeu a redonda, aos 36 da etapa complementar, e mandou um chute forte, rasteiro, na saída de Fernando Miguel. Foi seu primeiro gol pelo clube.

Atlético-GO tem chance de empatar

O Dragão esteve muito próximo de empatar o duelo. Já nos acréscimos, em cruzamento na área, a bola sobrou no ataque e ficou pipocando dentro da área. A finalização ocorreu, mas pegou na zaga e sobrou limpa para Cleiton fazer a defesa.

Ficha Técnica

Atlético-GO 0 x 1 Bragantino
Motivo
: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro Data: 28 de junho de 2021 (Segunda-feira) Horário: 20h (de Brasília)
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO) Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Nathan Silva, André Luís (Atlético-GO); Weverton, Edimar (Bragantino)
Gols: Weverton, aos 36 minutos do segundo tempo (Bragantino)

ATLÉTICO-GO - Fernando Miguel, Dudu, Nathan, Eder, Igor Carius, Willian Maranhão, Marlon Freitas, Janderson, Arthur Gomes (Baralhas), Natanael (André Luís), Zé Roberto (Lucão). Técnico: Eduardo Barroca.

BRAGANTINO - Cleiton, Rafael Luiz (Weverton), Léo Ortiz, Fabrício Bruno, Edimar, Raul, Evangelista (Eric Ramires), Claudinho, Artur, Ytalo, Helinho. Técnico: Maurício Barbieri.