PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Equador elogia Tite e diz que Brasil tem condições de ser hexa

Gustavo Alfaro, técnico do Equador - Heber Gomes/AGIF
Gustavo Alfaro, técnico do Equador Imagem: Heber Gomes/AGIF

Danilo Lavieri, Eder Traskini e Gabriel Carneiro

Do UOL, em Goiânia

27/06/2021 20h49

Classificação e Jogos

Com o empate por 1 a 1 diante do Brasil, na noite deste domingo (27), o Equador conseguiu a classificação para as quartas de final da Copa América ao ficar com a última vaga do Grupo B. O resultado quebrou a sequência de dez vitórias consecutivas da seleção brasileira.

Após o jogo, o técnico Gustavo Alfaro rasgou elogios ao comandante da seleção brasileira. O argentino que dirige o Equador chamou Tite de "gênio", "exemplo a ser seguido" e disse que o Brasil tem condições de conquistar o hexacampeonato no Mundial do Qatar-2022.

"Admiro muito o Tite, creio que é um gênio. Para nós treinadores, é um exemplo a seguir por seu compromisso, por sua luta. A grandeza que teve para aprender e para nos ensinar a saber perder quando foi eliminado da Copa do Mundo da Rússia contra a Bélgica. Jogou uma grande partida e teve a grandeza de suportar esse momento. Brasil vive essa realidade obviamente graças aos jogadores e ao talento que tem em todo o país, mas esse talento tem um condutor, uma alma master que lhe dá sentido, e ele deu a este Brasil", disse Alfaro em entrevista coletiva.

Para mim, está em condições de ser campeão do mundo e, honestamente, eu gostaria que esses treinadores tivessem sua recompensa porque é dessa maneira que se solidifica a luta de gente que dignifica a profissão, que tem um um sentido muito claro e concreto para defender os princípios dos jogadores, que não negocia esses princípios. Eu quero treinadores e pessoas assim tenham sucesso", acrescentou.

Com três empates e uma derrota na primeira fase, o treinador comemorou o resultado contra o Brasil e afirmou que dá confiança para enfrentar o que vem pela frente. A tendência é que a Argentina seja a adversário do Equador nas quartas de final.

"Nos dá confiança para enfrentar qualquer rival. Dizia aos jogadores que queria que classificássemos porque merecíamos. Jogamos bons jogos. Enfrentaremos um bom time, não tenho dúvida que será a Argentina, está muito bem. Mas sabemos quem somos e podemos fazer um jogo muito bom como fizemos contra Colômbia, Peru e Brasil, não tem porque ser diferente contra a Argentina. Respeitamos a hierarquia de Colômbia, Uruguai, Brasil e Argentina, mas não tememos. Quero que joguem como jogaram até agora", afirmou.

Com a quarta vaga do Grupo B, o Equador permanece em Goiânia e espera a definição do líder do Grupo A para saber quem será seu adversário. A partida está marcada para o próximo sábado (3), às 22h, no estádio Olímpico.

Esporte