PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Santos bate o Atlético-MG na Vila e vai em busca do G4 do Brasileiro

Do UOL, em Belo Horizonte

27/06/2021 22h25

Classificação e Jogos

O Santos voltou a sentir o gosto da vitória no Campeonato Brasileiro e, com um golaço do meia Jean Mota e outro de Marcos Guilherme, bateu o Atlético-MG por 2 a 0, hoje (27), em partida da sétima rodada. O resultado fez o Peixe escalar a tabela de classificação, saindo da 12ª posição e alcançando o sexto lugar.

O Galo, em contrapartida, segue sem vencer na competição há três rodadas, já que empatou em casa com a Chapecoense, e perdeu para Ceará e Santos, longe de Belo Horizonte.

Depois de duas rodadas fora da capital mineira, o Galo volta para casa e terá pela frente o Atlético-GO. A partida está marcada para a próxima quinta-feira (1º), às 19h, no Mineirão. Já o Peixe recebe o Sport Recife um dia antes, na quarta (30), às 20h30.

Quem foi bem: Jean Mota e Marcos Guilherme

Autores do golaço e do tento que definiu o placar no fim do segundo tempo garantiram os três pontos para o Santos e deram trabalho aos zagueiros do Galo.

Quem foi mal: Hyoran

Não acertou quase nada que tentou. Acionado mais à frente, quase como um segundo atacante, teve dificuldade de aparecer para o jogo.

Deu Santos!

A partida começou com ambas as equipes tentando manter a posse de bola, até pelo estilo de jogo dos dois times. O Santos apresentou mais volume e posse de bola, mas teve dificuldade com a forte marcação do Galo nas proximidades da área. A dificuldade atleticana era segurar a bola para criar lances ofensivos.

Com duas escalações espelhadas a marcação era um ponto alto no jogo. O segundo tempo ficou mais aberto com as equipes buscando o ataque de forma mais incisiva. E saiu assim, em um lance de contra-ataque, o zero no placar. Jean Mota, depois de arrancada de Marcos Guilherme e passe de Kaio Jorge, fez um golaço, no ângulo. O Galo a partir daí se lançou ainda mais à frente, mas sem o sucesso desejado.

O Santos ainda matou o jogo no fim com Marcos Guilherme.

Respeito e diversidade

Santos, por causa do mês do Orgulho LGBTQIAP+, alterou o seu uniforme para o jogo contra o Atlético-MG. O logo do patrocinador máster do Peixe apresentou as cores do arco-íris, além de o clube estampar nas costas da camisa diversas palavras sobre valores da comunidade LGBTQIAP+.

Cuquinha no banco

Como o técnico Cuca foi expulso na rodada anterior, na derrota do Atlético-MG para o Ceará, o treinador estava impedido de ficar no banco de reservas na Vila Belmiro. Dessa forma, Cuquinha, irmão de Cuca —e com um bigode estilizado— foi o responsável por comandar o Galo contra o Peixe.

Diniz x Tchê Tchê

A partida entre Santos e Atlético-MG marcou o registro do reencontro de velhos conhecidos. Fernando Diniz, técnico do Alvinegro Praiano, e Tchê Tchê, agora no Alvinegro Mineiro, estiveram juntos recentemente no São Paulo. No Tricolor Paulista se envolveram em uma polêmica discussão, quando o treinador chamou o meio-campista de "perninha", no dia 6 de janeiro, em um jogo do Brasileirão —ainda da edição 2020— contra o Red Bull Bragantino.

No fim da partida, Diniz e Tchê Tchê tiveram uma longa conversa, se cumprimentaram e chamaram a atenção justamente pelo episódio passado entre os dois.

Everson de volta à Vila

O atual goleiro titular do Atlético-MG reencontrou o Santos, seu ex-clube. Depois de 474 dias, o arqueiro pisou na Vila Belmiro, onde defendeu o Peixe em sua passagem pelo clube da Baixada Santista. Everson deixou o clube depois de entrar na Justiça cobrando direitos trabalhistas.

Cronologia do jogo

Aos 11 minutos do segundo tempo, o Santos emplacou um contra-ataque rápido. Marcos Guilherme, pela esquerda, acelerou, deixou Guga para trás, tocou para Kaio Jorge, que achou Jean Mota bem posicionado dentro da área. Com um belo chute, o camisa 41 mandou no ângulo, sem chance para Everson: 1 a 0. Aos 48 minutos do segundo tempo, Marcos Guilherme fechou a conta com o segundo gol santista, após contra-ataque rápido: 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 ATLÉTICO-MG

Motivo: 7ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data e horário: 27 de junho de 2021, às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Gol: Jean Mota (11' 2ºT) e Marcos Guilherme (48' 2ºT)
Cartão amarelo: Marinho, Pará, João Paulo, Marcos Guilherme (SAN); Allan, Arana, Zaracho (CAM)
Cartão vermelho: Allan (CAM)

SANTOS: João Paulo, Pará (Madson), Luiz Felipe, Luan Peres, Felipe Jonatan, Ivonei (Vinícius Balieiro), Jean Mota, Pirani (Sánchez), Marinho, Kaio Jorge e Marcos Guilherme. Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG: Everson, Guga (Mariano), Réver, Gabriel e Guilherme Arana; Jair (Zaracho), Allan, Tchê Tchê (Calebe); Hyoran (Felipe Felício), Keno (Luiz Felipe) e Hulk. Técnico: Cuquinha (interino)