PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Com Edenilson improvisado no gol no fim, Inter busca empate com América-MG

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/06/2021 22h36

Classificação e Jogos

América-MG e Internacional ficaram no empate em 1 a 1 na noite de hoje (27) na Arena Independência, em Belo Horizonte. A partida, válida pela sétima rodada do Brasileirão, contou com gols de Ribamar, para o América, e Rodrigo Dourado, para o Colorado.

O placar foi aberto ainda no primeiro tempo, quando, após um momento de pressão, Ribamar subiu mais alto que a defesa gaúcha e colocou o Coelho na frente. O América-MG chegou a ter um gol impedido na etapa seguinte, antes de Rodrigo Dourado acertar um chute no ângulo e igualar o marcador.

Nos acréscimos do segundo tempo, o goleiro Daniel sofreu uma bolada e foi retirado de campo. Edenilson precisou assumir as luvas e protegeu as redes coloradas nos últimos momentos da partida.

O empate não mexeu com as posições de ambos os times na tabela do Brasileirão. O Inter segue na 13ª colocação, agora com nove pontos, enquanto o América alcança o seu terceiro empate. Sem vencer ainda no campeonato, o time de Vagner Mancini continua na vice-lanterna com três pontos.

Na quarta-feira (30), o Internacional recebe o Palmeiras, no Beira Rio, às 19h, de Brasília. No mesmo dia e horário, o América-MG estará em Salvador, onde enfrentará o Bahia.

Ribamar deu muito trabalho

O camisa 9 do América-MG deu muito trabalho para a defesa colorada. Além do gol no primeiro tempo, Ribamar também obrigou Daniel a fazer boa defesa no começo da etapa complementar e ainda balançou as redes novamente, mas a arbitragem observou um toque de mão de Alan Ruschel e invalidou o lance.

Noite complicada para Lucas Ribeiro

O zagueiro do Inter passou por muito sufoco para conseguir parar Ribamar no primeiro tempo. Após o gol, em que não conseguiu acompanhar o pulo do atacante do América, ele ainda fez falta, recebendo um cartão amarelo que vai deixá-lo fora da próxima partida. Talvez por prevenção com o nervosismo aparente do defensor, Aguirre optou por tirá-lo após o intervalo para a entrada de Pedro Henrique.

Pressão que deu certo

Na metade do primeiro tempo, o América-MG conseguiu encaixar a criação e passou a pressionar mais o Internacional. O problema estava mesmo na finalização, como quando Rodolfo recebeu uma sobra livre e isolou o chute ou quando Juninho Valoura arriscou de longe, mas o goleiro Daniel espalmou para fora.

Logo em seguida, Zé Ricardo tentou de fora da área. O chute saiu torto, mas encontrou Juninho em perfeitas condições para cruzar de volta à área e Ribamar marcar de cabeça, aos 33 do primeiro tempo.

Inter perdendo a cabeça

O Colorado tinha certo domínio do jogo até metade da etapa inicial, só não conseguia converter isso em boas oportunidades. A melhor saiu aos três minutos, quando Johnny recebeu praticamente da marca do pênalti, mas acabou mandando para fora.

Após o gol do América, Lucas Ribeiro recebeu amarelo ao tentar evitar o contra-ataque de Felipe Azevedo. Depois, é Thiago Galhardo que chega atrasado no carrinho e é amarelado pela falta em Anderson.

Ribamar x arbitragem

O Internacional promoveu três mudanças no time no intervalo, mas o América continuou mantendo a pressão, sempre buscando acionar o seu camisa 9. Ribamar chegou a marcar um segundo gol aos 10 da etapa complementar, mas o lance foi revisto pelo VAR e anulou o tento por conta de um toque de mão de Alan Ruschel na origem da jogada. Depois, aos 22, ele foi bloqueado por Pedro Henrique, mas o árbitro não entendeu o lance como pênalti e mandou o jogo seguir.

Dourado marca com apoio das novidades pós-intervalo

Após o intervalo, Diego Aguirre promoveu três mudanças no Colorado. Após um primeiro momento de pressão do América, que quase ampliou o placar, o Inter se ajustou e passou a construir mais chances. A melhor delas aos 31 minutos, numa jogada construída por dois destes que entraram no segundo tempo, Edenilson e Yuri Alberto. Junto com eles na troca de passes estava Rodrigo Dourado, que bateu no ângulo e empatou o placar.

A arbitragem foi ao VAR para analisar um possível toque no abraço de Thiago Galhardo na origem do lance. Após cinco minutos de paralisação, Bráulio da Silva Machado validou o gol do Inter.

Edenilson vai para o gol

Com tantas trocas e auxílios do VAR no segundo tempo, o jogo no Independência contou inicialmente com nove minutos de acréscimo. Aos 50, Daniel, do Internacional, sofreu uma bolada no queixo após a chute de Kauê. Por ser goleiro, ele pôde ser atendido em campo, mas visivelmente tonto precisou ser substituído.

Edenilson assumiu as luvas no gol do Inter nos momentos finais da partida que foi até os 62 minutos. O América tentou se aproveitar do fato para pressionar e arriscar na bola aérea, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 1 INTERNACIONAL

Competição: Campeonato Brasileiro (7ª rodada)
Data: 27 de junho de 2021, domingo
Hora: 20h30 (de Brasília)
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte/MG
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos do SC)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Gols: Ribamar (América-MG) aos 33' do 1ºT; Rodrigo Dourado (Internacional) aos 31' do 2ºT
Cartões amarelos: Alan Ruschel e Eduardo (América-MG); Lucas Ribeiro, Edenílson e Thiago Galhardo (Internacional)
Cartões vermelhos: nenhum

América-MG: Matheus Cavichioli; Eduardo, Eduardo Bauermann, Anderson Jesus e Alan Ruschel; Zé Ricardo (Sabino), Juninho Valoura e Felipe Azevedo (Kawê); Ribamar, Marcelo Toscano (Bruno Nazário) e Rodolfo José (Carlos Alberto). Técnico: Vagner Mancini

Internacional: Daniel; Saravia, Lucas Ribeiro (Pedro Henrique), Cuesta e Heitor; Rodrigo Dourado, Johnny (Edenilson), Maurício, Lucas Ramos (Yuri Alberto) e Patrick (Léo Borges); Thiago Galhardo (Vinicius Mello). Técnico: Diego Aguirre